Entrevista Especial com TUNA DWEK

 

 

A minha “Entrevista Especial” de hoje é com uma artista completamente talentosa. Ela é de uma genialidade extrema, é formada em Arte Dramática, pela PUC-SP, e em Ciências da Comunicação, pela USP. É ainda locutora, tradutora e intérprete em grandes eventos, é mergulhadora submarina, já escreveu para vários veículos da Imprensa. Na televisão ela participou de várias novelas e minisséries onde se destacou pelo seu imensurável talentoso. Atualmente ela está no ar em “O Astro”, onde interpreta a carismática Nilza, secretária da protagonista Amanda, interpretada pela belíssima Carolina Ferraz. Confira, a seguir, minha Entrevista com a atriz TUNA DWEK.

 

Tuna (Foto: O Astro/TV GLOBO)

 

“O ator é muito observado e pode inspirar grandes mudanças na Sociedade.”

 

(Tuna Dwek)

 

Jéfferson Balbino: Tuna, você é formada em Arte Dramática pela EAD/USP (Escola de Arte Dramática), mas antes você fez, por um bom tempo, teatro amador.  O ator que se forma na academia chega a ser mais qualificado?

Tuna Dwek: É arriscado generalizar. Depende de muitos fatores, do ator, sua postura em relação à Escola e a própria academia. Para mim, foi o lugar onde estudei todos os clássicos, me exercitei muito, experimentei várias linhas de atuação, tive um embasamento teórico fantástico, trabalhei com muitos diretores e tive aulas brilhantes com atores e diretores, mas tudo isso tem que ser acompanhado pela prática. Há muitos atores excelentes que nunca fizeram Escola. O ator pode ser mais preparado, mas não necessariamente mais qualificado. Tem uma nuance nessas duas palavras.

Jéfferson Balbino: Sua estréia na teledramaturgia foi na novela “Cortina de Vidro” (SBT/1989), onde você interpretou a personagem Rosário. Como foi essa primeira experiência na televisão?

Tuna Dwek: Excelente! Meus testes com Bráulio Pedroso , Walcyr Carrasco  e Guga de Oliveira foram deliciosos. Fiz vários sotaques, textos, eles me davam temas de improvisação também. A novela tinha um elenco repleto de amigos vindos do Teatro, Sergio Mamberti, Renato Borghi, Gianfrancesco Guarnieri, Herson Capri, Betty Gofman, Débora Duarte, John Herbert, Norma Blum, e muitos outros. Além disso o Walcyr escrevia cenas ótimas para a Rosário que me possibilitavam desenvolver várias facetas como atriz.


Jéfferson Balbino: Li a entrevista que você concedeu pro blog “Eu Prefiro Melão” do nosso querido Vitor de Oliveira, onde você diz que ‘ser ator é tão irreversível e vital quanto respirar para viver’. Eu que também sou ator, achei essa sua definição linda e contundente, e por isso gostaria de saber sua opinião sobre qual seria a maior contribuição da classe artística para a sociedade?

Tuna Dwek: Ser seu retrato com lente de aumento. Promover a reflexão e o desejo de transformação. Parece pouco, mas não é. Além disso, o ator é muito observado e pode inspirar grandes mudanças na Sociedade. Mas essa é função da Arte.

Jéfferson Balbino: E como é a responsabilidade de se comunicar para todas as classes sociais através de sua atuação?

Tuna Dwek: Uma experiência profunda e uma responsabilidade enorme. Vejo isso pelo retorno permanente que tenho antes durante e depois dos meus trabalhos e as pessoas tem muito respeito e carinho por nosso trabalho. Estamos lidando com as emoções de todos e isso é coisa séria. Nessa hora não há classes sociais, há seres humanos. Só isso já gera um grande senso de responsabilidade.

 



Escrito por jéfferson às 21h36
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com TUNA DWEK

 

 

Jéfferson Balbino: Depois da novela “Cortina de Vidro”, você voltou atuar na TV após 15 anos, na minissérie “Um Só Coração” (TV Globo/2004). Porque ficou tanto tempo afastada da teledramaturgia?

Tuna Dwek: Porque fiz muitas outras coisas em Teatro, Festivais Culturais Internacionais onde sou tradutora intérprete, fiz vários comerciais de Televisão, escrevi para veículos de Imprensa, nunca fiquei parada. Às vezes temos convites e estamos exercendo outras atividades. Todos os veículos exigem dedicação absoluta, Teatro, TV, Cinema, Literatura, Festivais...

Jéfferson Balbino: Na minissérie “Um Só Coração” você interpretou a Marinette Prado. Houve alguma dificuldade em elaborar uma personagem real dentro da ficção?

Tuna Dwek: Não há nada fácil na construção de uma personagem. Seja real, seja ficcional. É tudo fruto de estudo, entrega e elaboração. É preciso interpretar com verdade. No caso da Marinette, ela era francesa e não se pode fazer de conta que fala, tem que falar com perfeição e fazer um sotaque crível e que o público entenda. E traduzir a personalidade que se sabe que ela tinha, vivaz, apaixonada pelo marido, conectada com a modernidade... A verdade na interpretação é fundamental... SER e não Parecer!


 

Jéfferson Balbino: O que você destacaria da sua passagem pelo cinema?

Tuna Dwek: Destaco “Anjos da Noite, de Wilson Barros é emblemático de uma São Paulo anos 80 ,onde eu interpretava uma  personagem carioca em SP, “O Efeito Ilha”, de Luiz Alberto Pereira, “Minha Obra” , de Barbara Paz, “Quintal dos Guerrilheiros”, de João Massarolo.

Jéfferson Balbino: Em 2005, você participou da novela “Essas Mulheres” (Rede Record) onde interpretou a personagem Fedra. Que lembranças você tem dessa personagem?

Tuna Dwek: Pude interpretar em francês clássico, em versos alexandrinos, quase não dormi à noite e me lembro que todos os colegas que estavam naquela gravação me ajudaram a passar o texto antes de gravar, Gabriel Braga Nunes, Paulo Gorgulho, Marcos Breda e Marcos Winter, todos me ajudando, essas coisas a gente não esquece.

 



Escrito por jéfferson às 21h30
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com TUNA DWEK

 

(Maria Adelaide Amaral e Tuna Dwek)

 

Jéfferson Balbino: Como foi trabalhar novamente com os talentosos autores Alcides Nogueira e Maria Adelaide Amaral na minissérie “JK” (TV Globo/2006)?

Tuna Dwek: Ficaria horas descrevendo. O texto de “JK” é primoroso, a personagem extraordinária e quando você trabalha várias vezes com certos autores eles já sabem como escrever para aquele ator. No caso a espanhola Olímpia Garcia que também tinha existido.

Jéfferson Balbino: Você também participou das novelas: “Da Cor do Pecado” (TV Globo/2004) e “A Favorita” (TV Globo/2008). Como foi participar dessas novelas de sucesso?

Tuna Dwek: Por acaso duas novelas de João Emmanuel Carneiro, ambas maravilhosas e o retorno é impressionante. No caso de “A Favorita”, acho um marco na teledramaturgia.



Jéfferson Balbino: Como é o seu envolvimento com suas personagens?

Tuna Dwek: Total, irrestrito, absoluto em cena. Eu as defendo incondicionalmente.

Jéfferson Balbino: No teatro, você foi dirigida por Odavlas Petti, Ruy Cortez, Augusto Francisco, Luiz Damaceno, Jorge Takla, Fernando Kinas, Iacov Hillel... O que seu trabalho com esses conceituados diretores contribuíram na sua carreira?

Tuna Dwek: Sou uma soma de todas as experiências que tive no palco. Conceituado ou não, cada artista com quem se trabalha tem algo a ensinar. Para mim importa quem é a pessoa, o criador, não se é famoso ou reconhecido, há muita gente talentosa que ainda não foi descoberta. No caso desses diretores, me considero uma privilegiada pelo que eles são.


 

Jéfferson Balbino: Você também atuou nas séries: “Minha Nada Mole Vida” (TV Globo/2006) e “A Diarista” (TV Globo/2007). Nesses trabalhos rápidos o ator consegue ter tempo hábil para elaborar bem a personagem?

Tuna Dwek: Cada ator tem seu tempo de elaboração. Mas muitas vezes em pouco tempo a gente consegue elaborar muito bem um personagem. Tudo é levado a sério em TV, são trabalhos rápidos porque dura uma hora no ar, mas tomam muito tempo de preparação e elaboração. E um cuidado com detalhes, interpretação e direção. Essa rapidez é uma ilusão.

Jéfferson Balbino: Por ser poliglota, além de tradutora, você é uma intérprete de ‘mão cheia’ (risos), tanto que já trabalhou em diversos eventos internacionais e para grandes personalidades como Luciano Pavarotti, Peter Brook, Vanessa Redgrave, Roman Polanski, Hanna Schygulla, Michel Piccoli, entre outros... Como é conservar o vocabulário em várias línguas distintas?

Tuna Dwek: Não me acomodo nunca. Estou sempre treinando, se não estou trabalhando com isso, me esforço em ler, assistir filmes, seriados, estudar as legendas dos filmes quando assisto, repito as falas para manter a pronúncia. Ou seja, nenhuma batalha nunca está ganha. A gente não pode parar de estudar e saber que tem muito a aprender sempre. Isso serve para o ofício do ator também.

Jéfferson Balbino: Como você avalia sua atuação na belíssima minissérie “Queridos Amigos” (TV Globo/2008), onde você interpretou a personagem Nancy?

Tuna Dwek: Uma experiência muito importante. A minissérie retratou um período da História com crueza e verdade, para cada um que participou isso vai além de qualquer personagem. No caso eu adorava a Nancy, era solidária, otimista, emotiva, leal.

 



Escrito por jéfferson às 21h24
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com TUNA DWEK

 

 


Jéfferson Balbino: Você também nutre uma paixão pelo mergulho submarino. Como é a sensação de ficar imersa nas águas do mar? E como você descobriu esse hobby?

Tuna Dwek: É a sensação de plenitude e serenidade ao mesmo tempo de consciência total. Respirar, flutuar, ver a vida e a beleza do fundo do mar, ter domínio técnico, por ser um esporte sério e de grande responsabilidade exige muito preparo para que o lazer seja seguro e por ser obrigatório ser dupla, desenvolve companheirismo e um senso lúdico fantástico. Não vivo sem. Descobri porque meu irmão me deu de presente o curso e o equipamento em 1995!

Jéfferson Balbino: Em 2008, você interpretou a personagem Iracema na novela “Ciranda de Pedra” TV Globo). Como foi você trabalhou o perfil psicológico dessa personagem?

Tuna Dwek: Trabalhei a dedicação e o amor pelas meninas, pelo meu filho e por meu marido. A humildade, mas sem submissão. E a força dos empregados domésticos.


(Tuna Dwek e Alcides Nogueira)


Jéfferson Balbino: Uma de suas personagens que eu mais gostei foi a Justine da novela “Tempos Modernos” (TV Globo/2010), que assim como você era uma irresistível poliglota. Essa personagem pode ser considerada uma espécie de seu alter ego?

Tuna Dwek: Em geral acho que os ‘alter ego’ se referem aos autores mais do que aos atores, nunca tinha pensado nisso. Mas o fato é que sei que ela foi escrita especialmente para mim até pelas características de poliglota e ser apaixonada por Ópera, pela Arte, pela vida. Foi um trabalho absolutamente delicioso.

Jéfferson Balbino: Você também é uma talentosíssima biografa, escreveu com muita maestria as biografias do nosso querido Tide, da Maria Adelaide Amaral e da atriz Denise Del Vecchio. Como foi o processo de desenvolvimento dessas biografias?

Tuna Dwek: Obrigada! O processo foi minucioso, profundo, de muita convivência e confiança. Tivemos incontáveis horas de conversa e então dei um tratamento literário ao que me era relatado. E sempre tive o cuidado de situar num contexto mais histórico e ao escrever na primeira pessoa é importante que o biografado se reconheça no meu texto.


(Tuna Dwek e Denise Del Vecchio)


Jéfferson Balbino: Quanto tempo você levou para escrever cada uma das biografias?Tem planos de escrever mais alguma biografia?

Tuna Dwek: Nunca menos de três meses. Por enquanto não tenho tempo nem de pensar em escrever. Foram-me sugeridos alguns títulos, mas estou muito envolvida com meu trabalho como atriz.

Jéfferson Balbino: Outra personagem sua que cativou os telespectadores foi a Sueli da novela “Ti Ti Ti” (TV Globo/2010), que tinha fortes traços masculinos, ou seja, era praticamente um homem. Qual foi sua inspiração para compor essa personagem irreverente?

Tuna Dwek: Na rubrica, Maria Adelaide já tinha escrito que era praticamente um homem. Ela era barraqueira, sensacionalista, e temos muitos exemplos disso, mas é importante criar e não copiar. Eu me baseio no que o autor escreve e a direção solicita. É isso que me inspira.

Jéfferson Balbino: Sua nova personagem é a Nilza do remake de “O Astro” (TV Globo/2011). Como surgiu o convite para você interpretar essa personagem?

Tuna Dwek: Eu ainda estava no ar com ”Ti Ti Ti” quando começaram a formar o elenco de “O Astro” e no meu último dia de “Ti Ti Ti”, Mauro Mendonça Filho me convidou para interpretar a Nilza. É maravilhoso emendar um trabalho no outro. Ou seja, quando estamos no ar, nosso trabalho é avaliado na hora.

 



Escrito por jéfferson às 21h19
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com TUNA DWEK

 

(Tuna Dwek e Carolina Ferraz na estreia de "O Astro")

 

 

Jéfferson Balbino: Como está sendo a experiência de contracenar com a maravilhosa atriz Carolina Ferraz?

Tuna Dwek: Adoro contracenar com a Carol. É talentosa, inteligente, divertida, e excelente companheira de cena. No nosso caso, temos conversas maravilhosas também fora do estúdio.

Jéfferson Balbino: Você também é formada em Ciências Sociais pela PUC-SP. Essa graduação ajuda na sua carreira de atriz?

Tuna Dwek: Muitíssimo. Na realidade não é na carreira, mas na abordagem de um texto. Ao se ler um texto, minha formação em Ciências Sociais me faz imediatamente situar num contexto histórico, ver o momento social, político em que foi escrito. Em relação também aos estilos de representação nos diversos períodos históricos.


Jéfferson Balbino: Como foi ser repórter colaboradora do jornal Folha de São Paulo?

Tuna Dwek: Uma experiência excelente e de muitos anos, mas não colaborei só com a Folha. Comecei a escrever na Imprensa numa época em que não havia computador, não se mandava matéria nem por fax. Os repórteres entregavam pessoalmente as matérias aos editores, discutiam juntos as pautas e isso enriquecia muito as relações e até hoje tenho ótimos amigos desde aquela época. Escrevi para algumas revistas também e era o mesmo esquema.

Jéfferson Balbino: Antes de finalizarmos vai a nossa tradicional pergunta: Qual foi a melhor novela que você assistiu?

Tuna Dwek: “A Sucessora” de Manoel Carlos, “Água Viva”, de Gilberto Braga e “Força de um Desejo”, de Gilberto Braga e Alcides Nogueira. "Corpo Santo" de Jose Loureiro, "A Favorita", João Emmanuel Carneiro, "Que Rei Sou Eu", Cassiano Gabus Mendes, “O Clone”, de Glória Perez, há algumas da extinta TV Excelsior, como: “Sangue do meu Sangue”, de Vicente Sesso, “A Muralha”; “Beto Rockfeller ‘, de Bráulio Pedroso, “Roda de Fogo”, de Lauro Cesar Muniz,  “O Dono do Mundo”, de Gilberto Braga, a primeira versão de “Mulheres de Areia” e “Selva de Pedra”, e a imbatível “Vale Tudo”. A primeira novela que vi “ A Moça que Veio de Longe” com Rosamaria Murtinho, “O Direito de Nascer”, “Redenção”, “O Preço de Uma Vida”, da TV Tupi. “Saramandaia”, “O Bem Amado”, “Tieta”, “Éramos Seis”, “O Rebu”, “O Grito”  “Pigmalião 70”, de Vicente Sesso.

Jéfferson Balbino: Querida Tuna, nem tenho palavras pra lhe agradecer por ter nos concedido essa entrevista. Saiba que eu tenho uma gigantesca admiração por você, como pessoa e atriz, você é daqueles tipos de pessoa que nos contagia pelo simples fato de existir, adorei ter conhecido você, obrigado pela entrevista, desejo muito sucesso e felicidade. Um grande beijo!

 

Tuna Dwek: Querido obrigada, beijos!!!

 



Escrito por jéfferson às 21h07
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial - NO MUNDO DOS FAMOSOS

 

ENTREVISTA ESPECIAL - NO MUNDO DOS FAMOSOS

 

1 - NILSON XAVIER (escritor)

2 - MARGARETH BOURY (autora de novelas)

3 - REYNALDO BOURY (diretor de TV)

4 - BABI XAVIER (atriz/apresentadora)

5 - NÉLIO JÚNIOR (jornalista/repórter de TV)

6 - MARCÍLIO MORAES (autor de novelas)

7 - RICARDO LINHARES (autor de novelas)

8 - ANA MARIA MORETZSOHN (autora de novelas)

9 - DUCA RACHID (autora de novelas)

10 - ADA CHASELIOV (atriz)

11 - MAYRA DIAS GOMES (escritora)

12 - THELMA GUEDES (autora de novelas)

13 – ANDRÉ REBELLO (ator)

14 – KADU MOLITERNO (ator)

15 - MAURICIO MACHADO (ator)

16 - LAURO CÉSAR MUNIZ (autor de novelas)

17 - STELLA FREITAS (atriz)

18 - ALCIDES NOGUEIRA (autor de novelas)

19 - EDWIN LUISI (ator)

20 - MAURO ALENCAR (Doutor em Teledramaturgia/escritor)

21 - SOLANGE CASTRO NEVES (autora de novelas)

22 - WALTHER NEGRÃO (autor de novelas)

23 - BÁRBARA BRUNO (atriz)

24 - RENATA DIAS GOMES (autora de novelas)

25 - MATEUS CARRIERI (ator)

26 - LETÍCIA DORNELLES (autora de novelas)

27 - TAMARA TAXMAN (atriz)

28 - AIMAR LABAKI (dramaturgo/autor de novelas)

29 - LUCÉLIA SANTOS (atriz)

30 - FÁBIO FABRÍCIO FABRETTI (escritor)

31 - EDUARDO NASSIFE (escritor)

32 - ROSANE GOFMAN (atriz)

33 - CRISTIANNE FRIDMANN (autora de novelas)

34 - RODRIGO PHAVANELLO (ator)

35 - YOYA WURSCH (autora de novelas/roteirista)

36 - INGRA LIBERATO (atriz)

37 - JOÃO CAMARGO (ator)

38 - GILBERTO BRAGA (autor de novelas)

39 - DÉO GARCEZ (ator)

40 - PATRÍCIA MORETZSOHN (autora de novelas)

41 - BETH GOULART (atriz)

42 - MANOEL CARLOS (autor de novelas)

43 - VANESSA GOULARTT (atriz)

44 - DENISE EMMER (escritora)

45 - MARIA ADELAIDE AMARAL (autora de novelas)

46 - WALCYR CARRASCO (autor de novelas)

47 - LEONA CAVALLI (atriz)

48 - AZIZ BAJUR (dramaturgo)

49 - FÁTIMA FREIRE (atriz)

50 - VIVIAN DE OLIVEIRA (autora de novelas)

51 - JÉFFERSON BALBINO (blogueiro)

52 - SILVIO DE ABREU (autor de novelas)

53 - PEDRO NESCHLING (ator)

54 - JORGE BRASIL (jornalista)

55 - NORMA BLUM (atriz)

56 - DENISE DEL VECCHIO (atriz)

57 - RODRIGO ANDRADE (ator)

58 - LUCINHA LINS (atriz)

59 - CLAUDIO LINS (ator)

60 - NARJARA TURETTA (atriz)

61 - CLAUDINO MAYER (escritor/pesquisador em teledramaturgia)

62 - ANDRÉ FRATESCHI (ator)

63 - TUNA DWEK (atriz/escritora)



Escrito por jéfferson às 21h05
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Semana que Vem: HOMENAGEM ESPECIAL - LAURO CÉSAR MUNIZ

Dia 02 de Outubro


Você irá conferir uma Homenagem Especial ao grande novelista LAURO CÉSAR MUNIZ

Não Perca!



Escrito por jéfferson às 20h57
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.



Histórico:

- 26/01/2014 a 01/02/2014
- 19/01/2014 a 25/01/2014
- 12/01/2014 a 18/01/2014
- 05/01/2014 a 11/01/2014
- 29/12/2013 a 04/01/2014
- 22/12/2013 a 28/12/2013
- 08/12/2013 a 14/12/2013
- 01/12/2013 a 07/12/2013
- 24/11/2013 a 30/11/2013
- 17/11/2013 a 23/11/2013
- 10/11/2013 a 16/11/2013
- 03/11/2013 a 09/11/2013
- 27/10/2013 a 02/11/2013
- 20/10/2013 a 26/10/2013
- 13/10/2013 a 19/10/2013
- 06/10/2013 a 12/10/2013
- 29/09/2013 a 05/10/2013
- 22/09/2013 a 28/09/2013
- 15/09/2013 a 21/09/2013
- 08/09/2013 a 14/09/2013
- 01/09/2013 a 07/09/2013
- 25/08/2013 a 31/08/2013
- 18/08/2013 a 24/08/2013
- 11/08/2013 a 17/08/2013
- 04/08/2013 a 10/08/2013
- 28/07/2013 a 03/08/2013
- 21/07/2013 a 27/07/2013
- 14/07/2013 a 20/07/2013
- 07/07/2013 a 13/07/2013
- 23/06/2013 a 29/06/2013
- 16/06/2013 a 22/06/2013
- 09/06/2013 a 15/06/2013
- 02/06/2013 a 08/06/2013
- 19/05/2013 a 25/05/2013
- 12/05/2013 a 18/05/2013
- 05/05/2013 a 11/05/2013
- 28/04/2013 a 04/05/2013
- 21/04/2013 a 27/04/2013
- 14/04/2013 a 20/04/2013
- 07/04/2013 a 13/04/2013
- 31/03/2013 a 06/04/2013
- 24/03/2013 a 30/03/2013
- 17/03/2013 a 23/03/2013
- 10/03/2013 a 16/03/2013
- 24/02/2013 a 02/03/2013
- 17/02/2013 a 23/02/2013
- 10/02/2013 a 16/02/2013
- 27/01/2013 a 02/02/2013
- 20/01/2013 a 26/01/2013
- 06/01/2013 a 12/01/2013
- 23/12/2012 a 29/12/2012
- 09/12/2012 a 15/12/2012
- 02/12/2012 a 08/12/2012
- 11/11/2012 a 17/11/2012
- 04/11/2012 a 10/11/2012
- 28/10/2012 a 03/11/2012
- 21/10/2012 a 27/10/2012
- 14/10/2012 a 20/10/2012
- 07/10/2012 a 13/10/2012
- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 26/08/2012 a 01/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 22/07/2012 a 28/07/2012
- 15/07/2012 a 21/07/2012
- 01/07/2012 a 07/07/2012
- 24/06/2012 a 30/06/2012
- 17/06/2012 a 23/06/2012
- 10/06/2012 a 16/06/2012
- 03/06/2012 a 09/06/2012
- 27/05/2012 a 02/06/2012
- 20/05/2012 a 26/05/2012
- 13/05/2012 a 19/05/2012
- 06/05/2012 a 12/05/2012
- 29/04/2012 a 05/05/2012
- 22/04/2012 a 28/04/2012
- 08/04/2012 a 14/04/2012
- 01/04/2012 a 07/04/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 18/03/2012 a 24/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 04/03/2012 a 10/03/2012
- 26/02/2012 a 03/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 05/02/2012 a 11/02/2012
- 29/01/2012 a 04/02/2012
- 22/01/2012 a 28/01/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 25/12/2011 a 31/12/2011
- 18/12/2011 a 24/12/2011
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 27/11/2011 a 03/12/2011
- 20/11/2011 a 26/11/2011
- 13/11/2011 a 19/11/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 30/10/2011 a 05/11/2011
- 23/10/2011 a 29/10/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 25/09/2011 a 01/10/2011
- 18/09/2011 a 24/09/2011
- 11/09/2011 a 17/09/2011
- 04/09/2011 a 10/09/2011
- 28/08/2011 a 03/09/2011
- 21/08/2011 a 27/08/2011
- 14/08/2011 a 20/08/2011
- 07/08/2011 a 13/08/2011
- 26/06/2011 a 02/07/2011
- 12/06/2011 a 18/06/2011
- 05/06/2011 a 11/06/2011
- 22/05/2011 a 28/05/2011
- 08/05/2011 a 14/05/2011
- 24/04/2011 a 30/04/2011
- 17/04/2011 a 23/04/2011
- 10/04/2011 a 16/04/2011
- 03/04/2011 a 09/04/2011
- 27/03/2011 a 02/04/2011
- 20/03/2011 a 26/03/2011
- 13/03/2011 a 19/03/2011
- 06/03/2011 a 12/03/2011
- 27/02/2011 a 05/03/2011
- 13/02/2011 a 19/02/2011
- 06/02/2011 a 12/02/2011
- 30/01/2011 a 05/02/2011
- 23/01/2011 a 29/01/2011
- 16/01/2011 a 22/01/2011
- 09/01/2011 a 15/01/2011
- 02/01/2011 a 08/01/2011
- 26/12/2010 a 01/01/2011
- 19/12/2010 a 25/12/2010
- 12/12/2010 a 18/12/2010
- 05/12/2010 a 11/12/2010
- 28/11/2010 a 04/12/2010