Entrevista Especial com ALEXANDRE AVANCINI

 

Photobucket

 

Diz o ditado popular: ‘Quem saí aos seus, não degenera... ’, o que é a mais pura verdade, pelo menos no caso do nosso entrevistado especial de hoje. Ele é filho do saudoso e inesquecível diretor Walther Avancini, que é um dos grandes ‘monstros sagrados’ da TV brasileira, pela enorme importância e contribuição que nos deu com seu oficio. E, o filho, assim como o pai, é extremamente talentoso, a prova dessa minha constatação é os marcantes trabalhos que ele dirigiu ao longo de sua carreira, como as novelas: “Pátria Minha”, “Quatro por Quatro”, “História de Amor”, “Por Amor”, “Prova de Amor”, “Vidas Opostas”, “Vidas em Jogo”, entre outras. Atualmente ele vem dirigindo a nova minissérie da Record, “José – De Escravo a Governador”, que está sendo escrita pela nossa querida Vivian de Oliveira, e que tem estreia prevista pra Janeiro de 2013. O entrevistado especial do “No Mundo dos Famosos” é um dos maiores diretores de novelas da teledramaturgia brasileira: ALEXANDRE AVANCINI.

 

“Os projetos de teledramaturgia não possuem uma receita de sucesso, afinal, ela ainda é desconhecida. Sempre em busca do acerto, existe um grande cuidado, desde a escalação até a escolha de diretores, porém, em alguns momentos a trama não cai no gosto do telespectador”. 

 

(Alexandre Avancini)

 

 

Jéfferson Balbino: Alexandre, que influência seu pai, o grande diretor Walter Avancini, teve na sua escolha pela carreira de diretor?

 

Alexandre Avancini: Todas as possíveis. Quando eu era pequeno, me lembro que ele levava alguns filmes e eu assistia escondido. Não que fossem proibidos para crianças, mas não eram muito indicados para a minha faixa etária. “Pássaros” e “Dr. Fantástico” são apenas alguns exemplos. Na verdade, é o gosto pelo cinema que norteia a minha carreira.

 

Photobucket


Jéfferson Balbino: Seus primeiros trabalhos como diretor de novela foram nas tramas: “Pátria Minha” (TV Globo/1994) e “Quatro por Quatro” (TV Globo/1994), ambas as tramas com estilos diferentes... Como foram essas primeiras experiências como diretor?

 

Alexandre Avancini: Foram muito interessantes. São duas novelas de dois grandes dramaturgos que demonstram tramas com temáticas bem definidas. Esse foi um bom exercício para trafegar entre vias diferentes, como o drama e a comédia.

 

Jéfferson Balbino: Você também dirigiu a maravilhosa novela “História de Amor” (TV Globo/1995). Que lembranças você tem desse trabalho?

 

Alexandre Avancini: Tenho ótimas lembranças. Além de ter sido meu primeiro trabalho com Manoel Carlos, foi um prazer trabalhar com Regina Duarte, que eu conhecia desde a minha infância.  Sob o comando de Ricardo Waddington, repetimos uma segunda parceria na direção que se estendeu por anos.

 

Photobucket


Jéfferson Balbino: Quais são suas perspectivas em relação ao futuro da teledramaturgia brasileira?

 

Alexandre Avancini: Vejo uma tendência de proximidade com o cinema, com os seriados americanos que acabam por influenciar as produções brasileiras, como novelas e seriados nacionais. A nata dos roteiristas americanos está nas séries americanas. Acredito que o espaço para uma história mais enxuta tem aumentado cada vez mais e quem ganha com isso é o telespectador.

 

Jéfferson Balbino: Em 1996, você dirigiu a novela “Anjo de Mim” (TV Globo) que tratava o espiritismo sob a ótica das regressões a vidas passadas... Quais foram os cuidados que você e sua equipe de diretores tiveram pra retratar esse tema ficcionalmente?

 

Alexandre Avancini: Na verdade, o roteiro já apontava os caminhos para a direção, por isso apenas seguimos o script. O texto não se detinha em detalhes, na verdade o autor utilizava o tema como pano de fundo. 

 



Escrito por jéfferson às 22h17
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com ALEXANDRE AVANCINI

 

Photobucket

 

Jéfferson Balbino: Como foi trabalhar com o nosso querido Manoel Carlos e com o inesquecível diretor Paulo Ubiratan na novela “Por Amor” (TV Globo/1997)?

 

Alexandre Avancini: Foi outro momento muito prazeroso. Novamente um trabalho com Maneco e trabalhar ao lado de Paulo foi excepcional, afinal, ele era um exemplo. Fiz vários amigos.

 

Jéfferson Balbino: Um dos motes principais da novela “Por Amor” era o romântico e instigante casal Nando (Eduardo Moscovis) e Milena (Carolina Ferraz). Em sua opinião, o que motivou o sucesso desses marcantes personagens?

 

Alexandre Avancini: Acredito que foi uma combinação de fatores. Além do texto e de uma direção afinada, a química entre os atores foi fundamental.

 

Jéfferson Balbino: O que difere os cargos diretor, diretor geral e diretor de núcleo?

 

Alexandre Avancini: Os cargos de diretor geral na Record e diretor de núcleo na Globo se equivalem. Cada emissora usa um tipo de denominação.  Como diretor geral na Record tenho autonomia para fazer a conceituação artística e trabalhar em projetos simultâneos, dirigindo mais de uma produção.

 

Jéfferson Balbino: Você também integrou a equipe de diretores da novela “Suave Veneno” (TV Globo/1999) que não é considerada uma das piores audiências do horário das oito da Globo. O que você acredita ser o fator crucial que ocasionou o fracasso da trama?

 

Alexandre Avancini: Os projetos de teledramaturgia não possuem uma receita de sucesso, afinal, ela ainda é desconhecida. Sempre em busca do acerto, existe um grande cuidado, desde a escalação até a escolha de diretores, porém, em alguns momentos a trama não cai no gosto do telespectador. 

 

Jéfferson Balbino: Que mudanças à teledramaturgia sofreu ao longo desses anos?

Alexandre Avancini: Muito poucas. A forma como a história é contada sofreu poucas alterações. Acho que novos formatos sempre serão bem-vindos para trazer um dinamismo maior como tentativa de inovação. O público não pode se sentir saturado com a mesmice.

 

Jéfferson Balbino: Como é o seu esquema de trabalho quando esta dirigindo novela?

 

Alexandre Avancini: O esquema acaba sendo o mesmo em qualquer projeto. Uma novela demanda quase 24 horas de dedicação. Além de coordenar, tenho que dirigir e ir direto para a pós-produção após a gravação de quatro frentes. O trabalho vem desde a pré-produção, passando pela leitura do capítulo com o elenco, as gravações e a edição do material que vai ao ar.

Photobucket 


Jéfferson Balbino: Com o autor Carlos Lombardi, além de “Quatro por Quatro”, você trabalhou com ele nas novelas: “Uga Uga” (TV Globo/2000), “Kubanacan” (TV Globo/2003) e na minissérie “O Quinto dos Infernos” (TV Globo/2003). O que você destacaria dessa parceria de sucesso?

 

Alexandre Avancini: Admiro o texto extremamente ágil do Carlos. Existe uma sintonia entre nós, no sentido de enxergar no seriado americano a possibilidade de renovação da teledramaturgia brasileira. Acabamos bebendo da mesma fonte. Ele é um autor muito inteligente e versátil, que se sai bem independente da temática que aborda em seus textos.

 

Jéfferson Balbino: Você também foi diretor da minissérie “Presença de Anita” (TV Globo/2001) que apresentava muitas cenas de sexo e nudez. Como ocorrem as gravações desses tipos de cenas?

 

Alexandre Avancini: Ocorrem de forma bem tranquila. Toda a equipe e elenco envolvidos já conhecem o teor das cenas que serão gravadas. Existe sempre o respeito e o bom gosto, mas acima de tudo, acho muito válido utilizar o poder da sugestão.

 

Jéfferson Balbino: Como aconteceu a mudança de emissora?

 

Alexandre Avancini: O que me atraiu foi uma autonomia maior, profissionalmente falando. Como diretor geral, existia menos autonomia, mas na Record esse cargo é equivalente à direção de núcleo. A empresa me proporcionou essa possibilidade de promoção, com um crescimento de 100%.

 

Jéfferson Balbino: A primeira novela que você dirigiu na Record foi “Prova de Amor” (2005). A que você atribui o imenso sucesso da trama?

 

Alexandre Avancini: Vários fatores conspiraram. Foi uma ótima novela, que possuía um texto ótimo e foi bem dirigida. Existia uma carência de tramas mais usuais nas outras emissoras e foi nesse nicho que a Record apostou, trazendo ao público um produto de qualidade.

 



Escrito por jéfferson às 22h15
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com ALEXANDRE AVANCINI

 

Photobucket

 

 

Jéfferson Balbino: Ainda na Record, você dirigiu a novela “Vidas Opostas” (Rede Record/2006) e a série “A Lei e o Crime” (TV Globo/2009), que inovaram por apresentar de forma contundente na ficção a realidade do crime em nosso país. O que esses trabalhos representam na sua carreira?

 

Alexandre Avancini: Ambas representaram um grande avanço dramatúrgico. Eram protagonistas que moravam em favelas e história girava em torno de suas tramas. Na época, existia certo temor que o público não aceitasse essa novidade, mas houve grande receptividade que gerou muito sucesso.

 

Jéfferson Balbino: Quais são as partes mais e menos prazerosas de dirigir uma novela?

 

Alexandre Avancini: Não existe uma parte menos prazerosa. Estar no set, gerindo todo o processo junto ao elenco e equipe é um momento excelente, mas até mesmo o trabalho menos específico, que também faz parte da rotina, me dá prazer. 

 

Jéfferson Balbino: Você também foi responsável pelo sucesso da trilogia “Os Mutantes” (Rede Record/2007-2009). O que você ressaltaria sobre esse trabalho?

 

Alexandre Avancini: Essa foi mais uma parceria feliz, dessa vez com Tiago Santiago. Foi um ato ousado, afinal, era uma temática inédita em nosso país em termos de dramaturgia. Hoje, inclusive, essa já é uma moda na TV americana.

 

Jéfferson Balbino: O processo de escalação de elenco é, com certeza, um dos mais importantes em uma novela e/ou minissérie. Como foi feita a escolha do elenco da novela “Vidas em Jogo” (Rede Record/2011)?

 

Alexandre Avancini: Sempre é feita com o envolvimento de diversas pessoas. Autor, diretor de teledramaturgia, diretor geral e assessores participam ativamente desse processo, que é um dos mais delicados. Uma boa escalação aumenta a probabilidade de um bom resultado para o projeto.

 

Photobucket


Jéfferson Balbino: Atualmente você vem dirigindo a nova minissérie da Record, “José – De Escravo a Governador” que tem estreia prevista pra Janeiro de 2013. Qual é a linguagem que está sendo adotada na direção dessa minissérie bíblica?

 

Alexandre Avancini: Como é uma minissérie, podemos fugir um pouco do que vemos nas novelas, por isso existe a inspiração em seriados épicos como “Game of Thrones”. Estamos utilizando, inclusive, a mesma câmera da série que é a ‘Arri Alexa’, equipamento capaz de entregar um produto com acabamento muito polido e superior ao que vemos habitualmente na TV.

 

Jéfferson Balbino: E o que o público pode esperar da minissérie “José – De Escravo a Governador”?

 

Alexandre Avancini: A autora Vivian de Oliveira nos brinda com um texto emocionante, que narra à história de um personagem fascinante. José é um homem de caráter, que não abre mão da fé e se mostra um exemplo para todos nós. O público com certeza se emocionará.

 

Jéfferson Balbino: Qual foi o trabalho que o seu pai, o diretor Walter Avancini fez, que você mais gostou e tem como referencial?

 

Alexandre Avancini: “Grande Sertão Veredas”, que foi uma obra prima.

 

Jéfferson Balbino: Antes de finalizarmos a nossa tradicional pergunta: Quais foram às novelas que você mais gostou de assistir?

 

Alexandre Avancini: Gabriela (1975).

 

Jéfferson Balbino: Alexandre, foi uma honra imensurável ter um grande diretor como você aqui “No Mundo dos Famosos”. Parabéns pela belíssima trajetória profissional e muito mais sucesso, um grande abraço!

 

Alexandre Avancini: Obrigado, abraço!

 



Escrito por jéfferson às 22h06
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial - NO MUNDO DOS FAMOSOS

OUTRAS ENTREVISTAS

 

 

(por ordem de publicação no site)

 

1ª - NILSON XAVIER (escritor)

2ª - MARGARETH BOURY (autora de novelas)

3ª - REYNALDO BOURY (diretor de TV)

4ª - BABI XAVIER (atriz/apresentadora)

5ª - NÉLIO JÚNIOR (jornalista/repórter de TV)

6ª - MARCÍLIO MORAES (autor de novelas)

7ª - RICARDO LINHARES (autor de novelas)

8ª - ANA MARIA MORETZSOHN (autora de novelas)

9ª - DUCA RACHID (autora de novelas)

10ª - ADA CHASELIOV (atriz)

11ª - MAYRA DIAS GOMES (escritora)

12ª - THELMA GUEDES (autora de novelas)

13ª – ANDRÉ REBELLO (ator)

14ª – KADU MOLITERNO (ator)

15ª - MAURICIO MACHADO (ator)

16ª - LAURO CÉSAR MUNIZ (autor de novelas)

17ª - STELLA FREITAS (atriz)

18ª - ALCIDES NOGUEIRA (autor de novelas)

19ª - EDWIN LUISI (ator)

20ª - MAURO ALENCAR (Doutor em Teledramaturgia/escritor)

21ª - SOLANGE CASTRO NEVES (autora de novelas)

22ª - WALTHER NEGRÃO (autor de novelas)

23ª - BÁRBARA BRUNO (atriz)

24ª - RENATA DIAS GOMES (autora de novelas)

25ª - MATEUS CARRIERI (ator)

26ª - LETÍCIA DORNELLES (autora de novelas)

27ª - TAMARA TAXMAN (atriz)

28ª - AIMAR LABAKI (dramaturgo/autor de novelas)

29ª - LUCÉLIA SANTOS (atriz)

30ª - FÁBIO FABRÍCIO FABRETTI (escritor)

31ª - EDUARDO NASSIFE (escritor)

32ª - ROSANE GOFMAN (atriz)

33ª - CRISTIANNE FRIDMANN (autora de novelas)

34ª - RODRIGO PHAVANELLO (ator)

35ª - YOYA WURSCH (autora de novelas/roteirista)

36ª - INGRA LIBERATO (atriz)

37ª - JOÃO CAMARGO (ator)

38ª - GILBERTO BRAGA (autor de novelas)

39ª - DÉO GARCEZ (ator)

40ª - PATRÍCIA MORETZSOHN (autora de novelas)

41ª - BETH GOULART (atriz)

42ª - MANOEL CARLOS (autor de novelas)

43ª - VANESSA GOULARTT (atriz)

44ª - DENISE EMMER (escritora)

45ª - MARIA ADELAIDE AMARAL (autora de novelas)

46ª - WALCYR CARRASCO (autor de novelas)

47ª - LEONA CAVALLI (atriz)

48ª - AZIZ BAJUR (dramaturgo)

49ª - FÁTIMA FREIRE (atriz)



Escrito por jéfferson às 22h04
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial - NO MUNDO DOS FAMOSOS

50ª - VIVIAN DE OLIVEIRA (autora de novelas)

51ª - JÉFFERSON BALBINO (blogueiro)

52ª - SILVIO DE ABREU (autor de novelas)

53ª - PEDRO NESCHLING (ator)

54ª - JORGE BRASIL (jornalista)

55ª - NORMA BLUM (atriz)

56ª - DENISE DEL VECCHIO (atriz)

57ª - RODRIGO ANDRADE (ator)

58ª - LUCINHA LINS (atriz)

59ª - CLAUDIO LINS (ator)

60ª - NARJARA TURETTA (atriz)

61ª - CLAUDINO MAYER (escritor/pesquisador em teledramaturgia)

62ª - ANDRÉ FRATESCHI (ator)

63ª - TUNA DWEK (atriz/escritora)

64ª - TÂNIA BONDEZAN (atriz)

65ª - GERALDO CARNEIRO (autor de novelas)

66ª - ROSAMARIA MURTINHO (atriz)

67ª - VINCENT VILLARI (autor de novelas)

68ª - TÁSSIA CAMARGO (atriz)

69ª - YVES DUMONT (autor de novelas)

70ª - ANDRÉ DI MAURO (ator)

71ª - HERSCH W. BASBAUM (escritor e dramaturgo)

72ª - ELIANA GUTTMAN (atriz)

73ª - RENATO MODESTO (ator, escritor, dramaturgo e novelista)

74ª - FAFY SIQUEIRA (atriz, cantora, humorista e compositora)

75ª - CACÁ DIEGUES (cineasta)

76ª - CLARISSE ABUJAMRA (atriz)

77ª - BLOTA FILHO (ator)

78ª - MÁRCIO KIELING (ator)

79ª - REJANE ARRUDA (atriz e Doutoranda em Artes Cênicas

80ª - LUCIANA BRAGA (atriz)

81ª - JÚLIO FISCHER (novelista e dramaturgo)

82ª - ELIZABETH JHIN (autora de novelas)

83ª - NEUSA MARIA FARO (atriz)

84ª - AGUINALDO SILVA (autor de novelas)

85ª - JOÃO VITTI (ator)

86ª - CLÉO VENTURA (atriz)

87ª - SUZY RÊGO (atriz)

88ª - BEMVINDO SEQUEIRA (ator)

89ª - EDSON SPINELLO (diretor)

90ª - LEONARDO BRÍCIO (ator)

91ª - EDUARDO TORNAGHI (ator)

92ª - FABÍOLA REIPERT (jornalista)

93ª - JONAS BLOCH (ator)

94ª - BRITTO JR. (apresentador)

95ª - ADRIANA GARAMBONE (atriz)

96ª - RAUL GAZOLLA (ator)

97ª - BEL KUTNER (atriz)

98ª - LÍCIA MANZO (autora de novelas)

99ª - NICA BOMFIM (atriz)

100ª - MAURO MENDONÇA (ator)

101ª - VANESSA GERBELLI (atriz)

102ª - GUILHERME BERENGUER (ator)

103ª - NÍCOLA SIRI (ator)

104ª - JULIANA MESQUITA (atriz)

105ª - JULIANA XAVIER (atriz)

106ª - GLÓRIA PEREZ (novelista)

107ª - ODILON WAGNER (ator)

108ª - SYLVIA BANDEIRA (atriz)

109ª - VICTOR PECORARO (ator)

110ª - ALEXANDRE AVANCINI (diretor)

 

HISTÓRIAS DE NOVELISTAS

 

LAURO CÉSAR MUNIZ

 

SESSÃO ESPECIAL

 

Aniversário da autora MARIA ADELAIDE AMARAL

Jéfferson Balbino conversa com o ator LIMA DUARTE

Jéfferson Balbino conversa com a atriz REGINA DUARTE

CHIQUINHA GONZAGA

 

Fale com o NO MUNDO DOS FAMOSOS

 

www.nomundodosfamosos.com.br

 

jefferson.balbino@nomundodosfamosos.com.br



Escrito por jéfferson às 22h01
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Próximo Entrevistado: ALEXANDRE AVANCINI

Próximo Entrevistado:

Photobucket

O diretor de novelas da Rede Record: ALEXANDRE AVANCINI

Aguardem!



Escrito por jéfferson às 21h29
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.



Histórico:

- 26/01/2014 a 01/02/2014
- 19/01/2014 a 25/01/2014
- 12/01/2014 a 18/01/2014
- 05/01/2014 a 11/01/2014
- 29/12/2013 a 04/01/2014
- 22/12/2013 a 28/12/2013
- 08/12/2013 a 14/12/2013
- 01/12/2013 a 07/12/2013
- 24/11/2013 a 30/11/2013
- 17/11/2013 a 23/11/2013
- 10/11/2013 a 16/11/2013
- 03/11/2013 a 09/11/2013
- 27/10/2013 a 02/11/2013
- 20/10/2013 a 26/10/2013
- 13/10/2013 a 19/10/2013
- 06/10/2013 a 12/10/2013
- 29/09/2013 a 05/10/2013
- 22/09/2013 a 28/09/2013
- 15/09/2013 a 21/09/2013
- 08/09/2013 a 14/09/2013
- 01/09/2013 a 07/09/2013
- 25/08/2013 a 31/08/2013
- 18/08/2013 a 24/08/2013
- 11/08/2013 a 17/08/2013
- 04/08/2013 a 10/08/2013
- 28/07/2013 a 03/08/2013
- 21/07/2013 a 27/07/2013
- 14/07/2013 a 20/07/2013
- 07/07/2013 a 13/07/2013
- 23/06/2013 a 29/06/2013
- 16/06/2013 a 22/06/2013
- 09/06/2013 a 15/06/2013
- 02/06/2013 a 08/06/2013
- 19/05/2013 a 25/05/2013
- 12/05/2013 a 18/05/2013
- 05/05/2013 a 11/05/2013
- 28/04/2013 a 04/05/2013
- 21/04/2013 a 27/04/2013
- 14/04/2013 a 20/04/2013
- 07/04/2013 a 13/04/2013
- 31/03/2013 a 06/04/2013
- 24/03/2013 a 30/03/2013
- 17/03/2013 a 23/03/2013
- 10/03/2013 a 16/03/2013
- 24/02/2013 a 02/03/2013
- 17/02/2013 a 23/02/2013
- 10/02/2013 a 16/02/2013
- 27/01/2013 a 02/02/2013
- 20/01/2013 a 26/01/2013
- 06/01/2013 a 12/01/2013
- 23/12/2012 a 29/12/2012
- 09/12/2012 a 15/12/2012
- 02/12/2012 a 08/12/2012
- 11/11/2012 a 17/11/2012
- 04/11/2012 a 10/11/2012
- 28/10/2012 a 03/11/2012
- 21/10/2012 a 27/10/2012
- 14/10/2012 a 20/10/2012
- 07/10/2012 a 13/10/2012
- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 26/08/2012 a 01/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 22/07/2012 a 28/07/2012
- 15/07/2012 a 21/07/2012
- 01/07/2012 a 07/07/2012
- 24/06/2012 a 30/06/2012
- 17/06/2012 a 23/06/2012
- 10/06/2012 a 16/06/2012
- 03/06/2012 a 09/06/2012
- 27/05/2012 a 02/06/2012
- 20/05/2012 a 26/05/2012
- 13/05/2012 a 19/05/2012
- 06/05/2012 a 12/05/2012
- 29/04/2012 a 05/05/2012
- 22/04/2012 a 28/04/2012
- 08/04/2012 a 14/04/2012
- 01/04/2012 a 07/04/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 18/03/2012 a 24/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 04/03/2012 a 10/03/2012
- 26/02/2012 a 03/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 05/02/2012 a 11/02/2012
- 29/01/2012 a 04/02/2012
- 22/01/2012 a 28/01/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 25/12/2011 a 31/12/2011
- 18/12/2011 a 24/12/2011
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 27/11/2011 a 03/12/2011
- 20/11/2011 a 26/11/2011
- 13/11/2011 a 19/11/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 30/10/2011 a 05/11/2011
- 23/10/2011 a 29/10/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 25/09/2011 a 01/10/2011
- 18/09/2011 a 24/09/2011
- 11/09/2011 a 17/09/2011
- 04/09/2011 a 10/09/2011
- 28/08/2011 a 03/09/2011
- 21/08/2011 a 27/08/2011
- 14/08/2011 a 20/08/2011
- 07/08/2011 a 13/08/2011
- 26/06/2011 a 02/07/2011
- 12/06/2011 a 18/06/2011
- 05/06/2011 a 11/06/2011
- 22/05/2011 a 28/05/2011
- 08/05/2011 a 14/05/2011
- 24/04/2011 a 30/04/2011
- 17/04/2011 a 23/04/2011
- 10/04/2011 a 16/04/2011
- 03/04/2011 a 09/04/2011
- 27/03/2011 a 02/04/2011
- 20/03/2011 a 26/03/2011
- 13/03/2011 a 19/03/2011
- 06/03/2011 a 12/03/2011
- 27/02/2011 a 05/03/2011
- 13/02/2011 a 19/02/2011
- 06/02/2011 a 12/02/2011
- 30/01/2011 a 05/02/2011
- 23/01/2011 a 29/01/2011
- 16/01/2011 a 22/01/2011
- 09/01/2011 a 15/01/2011
- 02/01/2011 a 08/01/2011
- 26/12/2010 a 01/01/2011
- 19/12/2010 a 25/12/2010
- 12/12/2010 a 18/12/2010
- 05/12/2010 a 11/12/2010
- 28/11/2010 a 04/12/2010