Entrevista Especial com MARIA PADILHA

 

 

Nossa “Entrevista Especial”, em pleno o Carnaval, é com uma atriz que simboliza bem a alegria e o talento. Ela despertou o seu dom de interpretação ainda na infância, mais precisamente brincando no jardim da casa de sua avó e desde então só veio a aprimorar seu talento atuando em diversos espetáculos, filmes e novelas. Por falar em novelas, na teledramaturgia, sua estreia ocorreu numa trama das oito, “Água Viva”, onde sua personagem polemizou ao aderir a prática do topless, mas em sua galeria de personagens inesquecíveis ainda está a perversa Karen de “O Dono do Mundo”, a irreverente Stella do remake de “Anjo Mau”, a provocante Dinorá de “O Cravo e a Rosa”, e atualmente essa maravilhosa atriz vem dando um show de interpretação na atual novela das seis, “Lado a Lado” como a instigante Diva Celeste. Com muita honra, a entrevistada do “No Mundo dos Famosos” de hoje é a grande atriz MARIA PADILHA.


 

“Não acredito nem no dez nem no zero. Tenho minha própria opinião sobre meus trabalhos e, é essa que carrego comigo. O meu sucesso é quando fico em paz comigo e o meu fracasso é quando não fico”.

(Maria Padilha)

 

Jéfferson Balbino: Maria, como surgiu seu interesse pela carreira de atriz?

 

Maria Padilha: Comecei no jardim da minha avó. Eu arrastava meus primos, arrumava gelo seco no depósito da Kibon para fazer fumaça no caldeirão e obrigava a família a assistir. Na Escola Americana, fiz “Pedro e o Lobo” e “A Bela Adormecida”. Com 14 anos entrei no Tablado para fazer expressão corporal. Nessa época eu andava com surfistas e obrigava eles a ver os espetáculos. Era uma coisa anos 1970, a gente jogava tinta uns nos outros e se arrastava no chão. Eu sabia que era um mico, mas não estava nem aí. Em outubro de 1979 estreei com o “Despertar da Primavera” e tranquei a matrícula na Escola Superior de Desenho Industrial.

 

Jéfferson Balbino: Sua estreia na teledramaturgia brasileira ocorreu na novela “Água Viva” (TV Globo/1980) e sua personagem Beth polemizou ao aparecer sem o sutiã do biquíni na praia. E nessa época não havia muito o uso de topless... Como foi na época a repercussão desse trabalho?

Maria Padilha: Foi uma repercussão imensa, novela das 8 era tudo nessa época.  Quando o Gilberto Braga escreveu a novela, nenhuma jovem fazia topless. Aliás, foi uma moda que não pegou. É um assunto tabu até hoje.


 



Escrito por jéfferson às 13h38
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com MARIA PADILHA

 

 

Jéfferson Balbino: Ao longo de sua carreira você também atuou nas minisséries: “Bandidos da Falange” (TV Globo/1983), “Marquesa de Santos” (Rede Manchete/1984), “Anos Rebeldes” (TV Globo/1992), “Decadência” (TV Globo/1995), “Labirinto” (TV Globo/1998), “O Quinto dos Infernos” (TV Globo/2002) e “Cinquentinha” (TV Globo/2009). Entre esses seus trabalhos em minisséries qual foi o que você mais gostou de fazer?

Maria Padilha: É difícil escolher um único trabalho porque todos foram importantes naquele momento e me dediquei com muito carinho a todas as personagens. Destaco “Marquesa de Santos” por ter sido a primeira ficção exibida na extinta Rede Manchete e “Decadência”, por ter tido a oportunidade de estar com Carlos Manga.

Jéfferson Balbino: Você também já participou dos programas de dramaturgia: “Você Decide” (TV Globo/1992), “Confissões de Adolescentes” (TV Cultura/1994), “Sai de Baixo” (TV Globo/1998), “Os Normais” (TV Globo/2002), “Tomá Lá Dá Cá” (TV Globo/2007) e “A Grande Família” (TV Globo/2011). Nesses trabalhos rápidos você consegue ter o mesmo vinculo afetivo que tem com as personagens que você convive mais, como as das novelas?

Maria Padilha: Não. Sempre fui uma atriz muito passional, de me envolver mesmo com trabalhos e personagens. Mas é claro que o tempo influi. Existe uma grande diferença entre conviver uma personagem por poucos dias ou por meses.


Jéfferson Balbino: Outro trabalho marcante que você fez foi na novela “O Cravo e a Rosa” (TV Globo/2001). Como era nos bastidores sua parceria com os atores Ney Latorraca e Eva Todor?

Maria Padilha: Ney é meu grande parceiro na vida e isso só ajudou nossa contracena na novela. E estar ao lado da Eva, encontrar uma pessoa que traz em si a história do teatro, é sempre inesquecível. Não poderia deixar de falar do grande encontro que tive com o mestre Walter Avancini.

Jéfferson Balbino: Qual você considera ser seu melhor trabalho no Teatro e no Cinema?

Maria Padilha: Fiz muito mais teatro do que cinema. E pude escolher os espetáculos que queria montar, as personagens que desejava fazer. Sempre tive essa independência ao longo da minha carreira então cada personagem era muito apaixonante, difícil de pinçar um desse leque. Minhas escolhas são em função das coisas que quero dizer naquele momento. Já no cinema, fiquei muito feliz com “Das Tripas Coração”, da Ana Carolina, ‘Sábado’, do Ugo Giorgetti, “Os Matadores”, primeiro filme de Beto Brant, “Saens Pena”, do Vinícius Reis . Agora estou aguardando o lançamento, do filme “O País do Desejo”, dirigido pelo Paulo Caldas e onde tive um encontro maravilhoso com o Fábio Assunção.

Jéfferson Balbino: Na novela “Mulheres Apaixonadas” (TV Globo/2003) você deu vida à Hilda que descobria ter um câncer de mama. Como você trabalhou o perfil psicológico dessa marcante personagem?

Maria Padilha: Hilda foi uma personagem maravilhosa. Sou acostumada a receber notícias ruins sobre os outros, não sobre mim. Tive que estudar muito. Através dela pude falar sobre um tema muito importante. Procurei, junto com o Manoel Carlos e o Ricardo Waddington, fazer uma Hilda bem leve para não haver nenhuma dúvida de que só quem tem ressentimentos tem câncer.


Jéfferson Balbino: E como está sendo viver a Diva Celeste na novela “Lado a Lado”? O que pode nos adiantar sobre os rumos de sua personagem?

Maria Padilha: Está sendo muito bom. O meu núcleo fala mais do teatro, das artes, o que também é muito interessante, e só tem atores que fazem teatro: Paulo Betti, Tuca Andrada, Maria Clara Gueiros e Álamo Facó. Nós temos conversado muito, porque é legal poder falar de teatro na televisão. A Diva é uma apaixonada pela arte, pelo teatro. E também, pelos dois homens da sua vida, Mario e Frederico, e seu filho, Luciano. É muito rica emocionalmente e tudo indica que vai ser pressionada a reveler segredos…

Jéfferson Balbino: O que você destacaria das suas atuações nas novelas: “O Mapa da Mina” (TV Globo/1993), “Cara & Coroa” (TV Globo/1995) e “Colégio Brasil” (SBT/1996)? E que lembranças você tem do seu trabalho nas novelas: “Olho por Olho” (Rede Manchete/1988) e “Mico Preto” (TV Globo/1990)?

Maria Padilha: Dos meus trabalhos menos conhecidos em televisão destaco “Colégio Brasil”, dirigida por Roberto Talma e “Mico Preto”, que foi um trabalho muito prazeroso pela cumplicidade do elenco e da direção do Denis Carvalho.


Jéfferson Balbino: Como foi contracenar com o saudoso ator José Lewgoy no remake da novela “Anjo Mau” (TV Globo/1997)? 

Maria Padilha: Foi maravilhoso.  Delicioso seria a palavra exata.

 



Escrito por jéfferson às 13h36
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com MARIA PADILHA

 

 

Jéfferson Balbino: Já ocorreu algum fato engraçado ou inusitado envolvendo você e o público?

Maria Padilha: Alguns. Agora, as pessoas me perguntam muito sobre “como está o teatro?” e eu começo a responder coisas sérias e profundas e quando vejo, querem saber é sobre o Teatro Alheria.

Jéfferson Balbino: Em 1991, você deu um show de interpretação na maravilhosa novela “O Dono do Mundo” (TV Globo/1991). Qual foi a sua fonte de inspiração pra interpretar a dissimulada Karen?

Maria Padilha: Por mais incrível que possa parecer, pensei muito no olhar do Bambi. Quanto mais puro o olhar da Karen parecesse mais terrível seriam as coisas carnívoras faladas por ela.


Jéfferson Balbino: Com o nosso querido Gilberto Braga, você ainda atuou nas novelas: “Paraíso Tropical” (TV Globo/2007) e em “Insensato Coração” (TV Globo/2011). Que importância esse renomado novelista tem na sua carreira?

Maria Padilha: Imensa. A partir dos anos 1990 tive pequenas ou grandes participações em quase todos os seus trabalhos. Temos uma cumplicidade no humor, o que é uma joia rara.

Jéfferson Balbino: E como você lida com o sucesso e com as críticas?

Maria Padilha: Não acredito nem no dez nem no zero. Tenho minha própria opinião sobre meus trabalhos e, é essa que carrego comigo. O meu sucesso é quando fico em paz comigo e o meu fracasso é quando não fico.


Jéfferson Balbino: Você também atuou na última novela escrita pela novelista Janete Clair que foi a trama “Eu Prometo” (TV Globo/1983). Como foi participar dessa novela?

Maria Padilha: Uma honra. Foi meu único trabalho numa novela da grande Janete Clair.

Jéfferson Balbino: O que uma personagem precisa ter pra fazer sucesso?

Maria Padilha: Acho que uma boa história e um bom diálogo são itens importantes.

Jéfferson Balbino: O que você acredita ser sua maior contribuição na história da dramaturgia brasileira?

Maria Padilha: Minha paixão e minha perseverança.


Jéfferson Balbino: Antes de finalizarmos a nossa tradicional pergunta: Quais foram as melhores novelas que você já assistiu?

Maria Padilha: É difícil. Foram muitas. Das menos faladas lembraria de “O Rebu”, do saudoso Bráulio Pedroso dirigida por Walter Avancini. Valeria a pena até fazer um remake. Mas a lista é grande!

Jéfferson Balbino: Querida, super obrigado por conceder essa entrevista ao “No Mundo dos Famosos”. Muito mais sucesso, e um grande beijo!

Maria Padilha: Obrigada Jéfferson, beijos!

 



Escrito por jéfferson às 13h33
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Próxima Entrevistada: MARIA PADILHA



Escrito por jéfferson às 13h29
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.



Histórico:

- 26/01/2014 a 01/02/2014
- 19/01/2014 a 25/01/2014
- 12/01/2014 a 18/01/2014
- 05/01/2014 a 11/01/2014
- 29/12/2013 a 04/01/2014
- 22/12/2013 a 28/12/2013
- 08/12/2013 a 14/12/2013
- 01/12/2013 a 07/12/2013
- 24/11/2013 a 30/11/2013
- 17/11/2013 a 23/11/2013
- 10/11/2013 a 16/11/2013
- 03/11/2013 a 09/11/2013
- 27/10/2013 a 02/11/2013
- 20/10/2013 a 26/10/2013
- 13/10/2013 a 19/10/2013
- 06/10/2013 a 12/10/2013
- 29/09/2013 a 05/10/2013
- 22/09/2013 a 28/09/2013
- 15/09/2013 a 21/09/2013
- 08/09/2013 a 14/09/2013
- 01/09/2013 a 07/09/2013
- 25/08/2013 a 31/08/2013
- 18/08/2013 a 24/08/2013
- 11/08/2013 a 17/08/2013
- 04/08/2013 a 10/08/2013
- 28/07/2013 a 03/08/2013
- 21/07/2013 a 27/07/2013
- 14/07/2013 a 20/07/2013
- 07/07/2013 a 13/07/2013
- 23/06/2013 a 29/06/2013
- 16/06/2013 a 22/06/2013
- 09/06/2013 a 15/06/2013
- 02/06/2013 a 08/06/2013
- 19/05/2013 a 25/05/2013
- 12/05/2013 a 18/05/2013
- 05/05/2013 a 11/05/2013
- 28/04/2013 a 04/05/2013
- 21/04/2013 a 27/04/2013
- 14/04/2013 a 20/04/2013
- 07/04/2013 a 13/04/2013
- 31/03/2013 a 06/04/2013
- 24/03/2013 a 30/03/2013
- 17/03/2013 a 23/03/2013
- 10/03/2013 a 16/03/2013
- 24/02/2013 a 02/03/2013
- 17/02/2013 a 23/02/2013
- 10/02/2013 a 16/02/2013
- 27/01/2013 a 02/02/2013
- 20/01/2013 a 26/01/2013
- 06/01/2013 a 12/01/2013
- 23/12/2012 a 29/12/2012
- 09/12/2012 a 15/12/2012
- 02/12/2012 a 08/12/2012
- 11/11/2012 a 17/11/2012
- 04/11/2012 a 10/11/2012
- 28/10/2012 a 03/11/2012
- 21/10/2012 a 27/10/2012
- 14/10/2012 a 20/10/2012
- 07/10/2012 a 13/10/2012
- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 26/08/2012 a 01/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 22/07/2012 a 28/07/2012
- 15/07/2012 a 21/07/2012
- 01/07/2012 a 07/07/2012
- 24/06/2012 a 30/06/2012
- 17/06/2012 a 23/06/2012
- 10/06/2012 a 16/06/2012
- 03/06/2012 a 09/06/2012
- 27/05/2012 a 02/06/2012
- 20/05/2012 a 26/05/2012
- 13/05/2012 a 19/05/2012
- 06/05/2012 a 12/05/2012
- 29/04/2012 a 05/05/2012
- 22/04/2012 a 28/04/2012
- 08/04/2012 a 14/04/2012
- 01/04/2012 a 07/04/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 18/03/2012 a 24/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 04/03/2012 a 10/03/2012
- 26/02/2012 a 03/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 05/02/2012 a 11/02/2012
- 29/01/2012 a 04/02/2012
- 22/01/2012 a 28/01/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 25/12/2011 a 31/12/2011
- 18/12/2011 a 24/12/2011
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 27/11/2011 a 03/12/2011
- 20/11/2011 a 26/11/2011
- 13/11/2011 a 19/11/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 30/10/2011 a 05/11/2011
- 23/10/2011 a 29/10/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 25/09/2011 a 01/10/2011
- 18/09/2011 a 24/09/2011
- 11/09/2011 a 17/09/2011
- 04/09/2011 a 10/09/2011
- 28/08/2011 a 03/09/2011
- 21/08/2011 a 27/08/2011
- 14/08/2011 a 20/08/2011
- 07/08/2011 a 13/08/2011
- 26/06/2011 a 02/07/2011
- 12/06/2011 a 18/06/2011
- 05/06/2011 a 11/06/2011
- 22/05/2011 a 28/05/2011
- 08/05/2011 a 14/05/2011
- 24/04/2011 a 30/04/2011
- 17/04/2011 a 23/04/2011
- 10/04/2011 a 16/04/2011
- 03/04/2011 a 09/04/2011
- 27/03/2011 a 02/04/2011
- 20/03/2011 a 26/03/2011
- 13/03/2011 a 19/03/2011
- 06/03/2011 a 12/03/2011
- 27/02/2011 a 05/03/2011
- 13/02/2011 a 19/02/2011
- 06/02/2011 a 12/02/2011
- 30/01/2011 a 05/02/2011
- 23/01/2011 a 29/01/2011
- 16/01/2011 a 22/01/2011
- 09/01/2011 a 15/01/2011
- 02/01/2011 a 08/01/2011
- 26/12/2010 a 01/01/2011
- 19/12/2010 a 25/12/2010
- 12/12/2010 a 18/12/2010
- 05/12/2010 a 11/12/2010
- 28/11/2010 a 04/12/2010