Entrevista Especial com BIA NUNNES

 

 

Minha “Entrevista Especial” de hoje é com uma atriz que eu tenho uma verdadeira adoração. Sempre amei suas personagens, sempre me identifiquei com sua personalidade, enfim uma atriz maravilhosa e que muito me honrou ao conceder essa entrevista pra mim. Ela já provou seu imensurável talento tanto em papéis cômicos como a Remédios da novela “Salsa & Merengue” ou em papeis dramáticos como a inesquecível Marta da novela “História de Amor”, que entre muitos conflitos que enfrentava ao longo da novela ainda descobria um câncer de mama... Recentemente, ela surpreendeu o público e a crítica dando um show de interpretação na novela “Aquele Beijo” como a marcante e irreverente Damiana. Enquanto aguardamos ansiosamente por seu retorno a TV, vamos conferir aqui “No Mundo dos Famosos” a brilhante trajetória profissional dessa magistral atriz chamada BIA NUNNES.

 

“Viver várias vidas numa só. É meio clichê, mas é o mais gratificante na carreira de atriz.”

(Bia Nunnes)

 

Jéfferson Balbino: Bia, você iniciou sua carreira pelas mãos da saudosa Maria Clara Machado, no Teatro Tablado, onde você atuou em diversas peças e que inclusive ganhou o Prêmio Mambembe de Melhor Atriz. Como foi esse seu inicio de carreira ao lado desse mito da dramaturgia brasileira?

Bia Nunnes: Quando pequena, adorava aquele teatrinho que Nina Rosa, levava seus filhos, inclusive, eu, também sua filha, pra assistirmos as peças. E gostava muito também daquela mulher, que minha mãe sempre fazia questão de cumprimentar depois dos espetáculos, e que ela gentilmente nos levava para conhecer os bastidores. Pra mim, um mundo de sonhos... todos aqueles cenários, personagens... E amava aquela mulher que conversava com minha mãe com tanta vivacidade e amor por aquela casinha simpática. Pois é, pra mim, ali era a sua casa. Assistia às peças inúmeras vezes. Eram momentos mágicos pra mim. Ao mesmo tempo, com 6 anos já dizia que queria dançar, cantar e fazer parte daquele mundo. Aos 13 anos, entrei para o Tablado. Minha primeira grande escola. Clara fazia questão que participássemos de tudo nas montagens (cenários, figurinos, luz...) era muito generosa... Foi lá que recebi meu primeiro prêmio como atriz ,na peça "Quem Matou o Leão?". Era o espetáculo que reabriria o Tablado, depois da primeira grande reforma. E o palco virou uma grande arena para se tornar então, um picadeiro! A peça se passava num circo e eu "era" uma bailarina que se apaixonava pelo domador de leões, interpretado por Fernando Berdi(tchevsky), por quem me apaixonei e estou casada até hoje. Foi uma época de muita expectativa pra mim, de muita responsabilidade, pois sabia que interpretaria a heroína de sua inédita história. Representei no Tablado durante muitos anos, mesmo quando já trabalhava profissionalmente. Tablado foi o meu primeiro contato de verdade com o Teatro.

 



Escrito por jéfferson às 21h15
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com BIA NUNNES

 

Jéfferson Balbino: Seus primeiros trabalhos na TV ocorreram nos programas: “Planeta dos Homens” (TV Globo/1976), “Ciranda Cirandinha” (TV Globo/1978) e “Viva o Gordo” (TV Globo/1981). Como foi participar desses programas humorísticos?

Bia Nunnes: Os humorísticos foram uma grande escola pra mim. Contracenei com atores maravilhosos, comediantes extraordinários. Fazia sempre personagens completamente diferentes um do outro. Creio que as aulas de improvisação do Tablado e os humorísticos da Globo me deram bastante versatilidade. “Ciranda Cirandinha” era um seriado e Daniel Filho me convidou. Ao mesmo tempo, PauloAraújo, também me convidava pra gravar  o "Planeta dos Homens". Eu fazia várias peças ao mesmo tempo. Paulo Araújo saiu impressionado com meu trabalho me elogiando na Globo, dizia que eu tinha "chispa"! Paulo me viu num espetáculo com Lauro Corona, produção minha e do saudoso Marco Aurélio, figurinista de grandes sucessos na TV Globo. Daniel me assistiu no Tablado. Fui chamada pra um teste e ganhei a personagem.


Jéfferson Balbino: Em 1984, você estreou em novelas na trama “Amor com Amor se Paga” (TV Globo). Como foi atuar num texto da grande novelista Ivani Ribeiro?

Bia Nunnes: Foi um honra pra mim. Minha primeira novela! Viver uma personagem escrita pela grande autora Ivani Ribeiro! Sempre gentil. Algumas vezes, nos falamos por telefone, sempre muito carinhosa. Sabia que eu amava teatro, escrevendo então pra "ELISA", sonhos incríveis, inspirados em grandes romances. As cenas eram super bem produzidas, com direito a cavalos, fumaça, temporais, ventos, balcões e ballet chinês, pois" ELISA", "Seu Nonô" e seu grande amor" Gustavo", viveriam muitas aventuras e tragédias. E o mais interessante, era uma novela inspirada numa peça de Molière. Obrigada Ivani!

 



Escrito por jéfferson às 21h14
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com BIA NUNNES

 

 

Jéfferson Balbino: Um dos personagens mais marcantes de sua carreira foi a Marta da novela “História de Amor” (TV Globo/1995) que enfrentava muitos dramas familiares e ainda descobria um câncer de mama. Como você trabalhou o perfil psicológico dessa marcante personagem?

Bia Nunnes: Marta foi talvez, a personagem mais humanizada que fiz na TV. Sabia que se tratava de uma mulher batalhadora, casada com um homem que era viciado no jogo, alcoólatra e que se sentia um fracassado. A história do câncer, viria mais tarde. O Manoel trabalha muito, me parece, no "aqui e agora". Na época me confidenciou que havia uma pessoa conhecida sua, vivendo o problema da minha personagem. Mas não sabia ainda o que aconteceria com a Marta. Visitei e conversei com mulheres com câncer de mama. "Marta" era a melhor amiga de "Helena", que deu todo apoio para recuperação dela. É importante que as pessoas próximas, quando nesse tipo de situação, compreendam e acarinhem. Creio que demonstrações de amor nesses momentos são fundamentais. Estava num shopping e ainda gravava a novela, quando uma senhora me parou, levantou sua blusa e me mostrou a cirurgia que tinha acabado de fazer. Me contou que descobriu o câncer logo após assistir o capitulo no qual, "Marta", depois de fazer o auto exame, descobre num dos seios um "caroço". Ela fez naquele mesmo dia o auto exame e constatou algo diferente. Ligou para o médico e todas as providencias foram tomadas. Só estava esperando pra fazer uma cirurgia reparadora. Como ela, várias mulheres me relatavam suas histórias. Foi muito prazeroso pra mim, viver uma personagem forte como ela, ao mesmo tempo, através dela, prestar um serviço, porque não dizer, social. O Manoel Carlos é absolutamente genial.


Jéfferson Balbino: Qual foi sua fonte de inspiração pra interpretar a Remédios da novela “Salsa & Merengue” (TV Globo/1996)?

Bia Nunnes: O núcleo era cubano. Meu personagem, "Maria de Los Remédios". Tivemos apoio do Consulado e alguns encontros com cubanos. Assistimos filmes, palestras... Só que tudo isso regado ao humor "Falabelliano".

Jéfferson Balbino: O que é mais gratificante na carreira de atriz?

Bia Nunnes: Viver várias vidas numa só. É meio clichê, mas é o mais gratificante na carreira de atriz.

Jéfferson Balbino: Como surgiu o convite pra você participar da novela “Meu Bem Querer” (TV Globo/1998)?

Bia Nunnes: Marcos Paulo e Ricardo Linhares. Marquinhos me disse que me convidaria pra sua próxima novela. Coincidentemente Ricardo me convidou. Ele escreveu durante um tempo para os humorísticos da Globo, e eu adorava quando escrevia pra mim. Curtíamo-nos bastante. Acho que a novela foi uma consequência. Ricardo é talentosíssimo! "Jacira", gerente de um salão de beleza e fofoqueira de plantão era adorável. Me diverti bastante.

Jéfferson Balbino: Alguma vez você já foi reprovada em algum teste de novela? Caso sim, como você lidou com a situação?

Bia Nunnes: Fiz um teste com o Daniel Filho. Escolhi um texto de Tcheckov pra impressionar. O trecho que escolhi era um dramalhão. Quando acabei o teste me perguntaram porque tinha escolhido um texto tão pesado! Na época achei que optando por um texto dessa envergadura, estaria mostrando que era uma verdadeira atriz.

 



Escrito por jéfferson às 21h12
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com BIA NUNNES

 

 

Jéfferson Balbino: Que lembranças você tem da Dalva, sua personagem na novela “O Cravo e a Rosa” (TV Globo/2000)?

Bia Nunnes: Avancine. Aprendizado... Deu-me toques valiosos. Disse-me que ainda trabalharíamos muito juntos. Uma pena! Até hoje em alguns momentos, me lembro de seus conselhos e de nossas conversas preciosas. Dalva, personagem delicada e sensível de Walcyr Carrasco. Tenho boas lembranças.

Jéfferson Balbino: No Teatro, qual foi o espetáculo que mais lhe marcou?

Bia Nunnes: "A Fala das Coisas" (sobre textos de Adélia Prado e Marina Colasanti). Tinha passado por uma cirurgia e enquanto me restabelecia, lia os livros dessas duas grandes autoras. Daí a ideia de montar um espetáculo colocando para o público reflexōes como: vida, perdas, família, morte, amor, religião, paixão e pensamentos inconfessáveis. Mambembar durante quase 3 anos pelo Brasil com o "Doce Deleite" ao lado de Marco Nanini, foi marcante. Nunca tinha me apresentado para públicos tão diversos. Uma experiência na época, totalmente nova.

Jéfferson Balbino: Como foi contracenar com a grande atriz Arlette Sales na novela “A Lua me Disse” (TV Globo/2005)?

Bia Nunnes: Trabalhar com Arlete é sempre uma alegria. Ela é solar, em cena e fora dela. Sempre solto boas gargalhadas com ela. Tenho grande admiração por seu trabalho. Seu tempo de comédia é incrível. Único, pessoal e intransferível.

Jéfferson Balbino: Ao longo de sua carreira você atuou nos programas: “Você Decide” (TV Globo/1992), “Toma Lá Dá Cá” (TV Globo/2008), “A Grande Família” (TV Globo/2008) e “A Vida Alheia” (TV Globo/2010). Como você avalia esse tipo de dramaturgia?

Bia Nunnes: Importantes. Nos programas citados fiz apenas participações que considero divertidas. "Você Decide", era diferente por ser um programa interativo, o público podia escolher o final. Bem interessante!

Jéfferson Balbino: Como você se preparou pra interpretar a Drª Selma na novela “Coração de Estudante” (TV Globo/2002)? Chegou a fazer laboratório com algum médico?

Bia Nunnes: Tenho psicanalistas na família, psiquiatras e amigos psicólogos. Sempre me interessei pelo assunto. Eram poucas cenas, mas decisivas na novela. Ricardo Waddington e Alexandre Avancine, confiaram em mim.

Jéfferson Balbino: Outro personagem maravilhoso que você fez foi a Matilde na novela “Negócio da China” (TV Globo/2008). Como foi o processo de composição dessa personagem?

Bia Nunnes: Matilde, era uma personagem tranqüila, um pouco melancólica. Amava em silêncio. Um amor de juventude. Maurinho Mendonça, me recomendou filmes, tive aulas de etiqueta. Adorava as cenas com a querida e grande atriz,Thelma Reston. Uma referência para minha geração. Trabalhou com os "grandes"... Glauber, Nelson, Falabella... Nelson Rodrigues sobre Thelma: "Sei que brasileiro admira pouco. Não tenho esse defeito horrendo. Eu admiro Thelma Reston". Grande Nelson! Grande Thelma!

Jéfferson Balbino: O que você destacaria do seu trabalho no remake da novela “Ti Ti Ti” (TV Globo/2010)?

Bia Nunnes: Uma rápida aparição numa novela de sucesso! Fiquei com um gostinho de "quero mais" Eu e Jorginho Fernando nos conhecemos há muitos anos. Tornei-me grande admiradora do seu trabalho, tanto na TV, como no Teatro. Sou fã de Maria Adelaide. Adoraria participar de algum trabalho dela. Seu texto é muito sensível.

Jéfferson Balbino: Em 2011, você deu um show de interpretação na novela “Aquele Beijo” (TV Globo). O que você ressaltaria do texto do Miguel Falabella?

Bia Nunnes: “Aquele Beijo”, foi muito especial. Era um personagem diferenciado dentro da novela. Roberto Talma me deu a dica. "Damiana veio de longe. Será sempre uma estranha.". Ter começado gravar no Sertão foi imprescindível. Captar o astral do lugar, conviver com as pessoas do local foi fortíssimo, assim como as cenas. Quando cheguei pra gravar no estúdio, a personagem já chegou com uma carga forte. Toda a trajetória da personagem foi riquíssima, passando por mil peripécias, cheia de surpresas nunca se repetia. Era mais uma vítima da "cidade grande". Se apaixonou pelo seu "salvador" que lhe prometeu vida de rainha. Um amor impossível q virou obsessão. Um personagem irresistível. Fiz com muita dedicação e felicidade um presente que recebi. Miguel é uma fonte inesgotável de surpresas e criatividade. Sou grata por ter me confiado a "Damiana".

Jéfferson Balbino: Quais são seus projetos para 2013? Teremos o privilégio de ver você em alguma novela?

Bia Nunnes: Os projetos estão em andamento...

 



Escrito por jéfferson às 21h11
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com BIA NUNNES

 

 

Jéfferson Balbino: Que dica você deixa pra quem almeja seguir a carreira artística?

Bia Nunnes: Gostar do que escolheu, observar o mundo, o comportamento das pessoas, se informar, estudar, perseverar, ter talento, vocação, paciência. Nada muito diferente de outras profissões. Uma carreira que às vezes parece ser só glamour. Mas se trata de um ofício, que como qualquer outro, requer, dedicação.

Jéfferson Balbino: Em novelas, qual foi à cena mais marcante que você já fez?

Bia Nunnes: Destacaria duas: "História de Amor". A personagem alertou para o problema do câncer de mama. Chamou a atenção para o autoexame. Mostrou que quanto mais cedo se descobre, maior a chance de recuperação. Destaco a cena do autoexame. E "Aquele Beijo"... As cenas da Paraíba, belas e contundentes! Tinha certa inspiração em "Vidas Secas". A fotografia belíssima. Cenas fortes. Cenas de sobrevivência. O público não sentia raiva dela, eles a compreendiam e torciam pra que ela conseguisse o que queria. Achavam que ela tinha que "ficar" com quem amava e ser feliz. Inacreditável! Mas acho q isso se deve a sequência da Paraíba. Imprimiu veracidade à história.

Jéfferson Balbino: Antes de finalizarmos: Quais foram as melhores novelas que você já assistiu?

Bia Nunnes: Adorava "A Gata de Vison", “A Ponte dos Suspiros”, “Saramandaia”, “Escrava Isaura”, “O Astro”, “O Bem Amado”. Enfim, todas de Janete Clair, Dias Gomes, Gilberto Braga, e recentemente “Avenida Brasil”. Mas tem uma que não só foi um marco pra mim, mas pra toda teledramaturgia brasileira, "Beto Rockfeller". Temos grandes autores, sabemos que as melhores novelas são nossas. Daniel Filho contribuiu pra mudar o rumo dessas histórias, trazendo mais verdade no cotidiano delas.

Jéfferson Balbino: Querida, foi uma honra ter você aqui “No Mundo dos Famosos”. Saiba que sempre admirei muito sua belíssima trajetória profissional. Muito mais sucesso, um ótimo e promissor 2013, e um grande beijo!

Jéfferson, obrigada por abrir esse espaço pra eu poder falar um pouco do meu trabalho. Parabéns pelo seu site. E pelo seu interesse pela Arte e pelo Artista. Um 2013 luminoso pra todos nós!

 



Escrito por jéfferson às 21h10
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Próxima Entrevistada: BIA NUNNES

EM BREVE...


Você irá conferir aqui "No Mundo dos Famosos" minha entrevista com a querida e talentosa atriz BIA NUNNES.

Aguardem!



Escrito por jéfferson às 21h08
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.



Histórico:

- 26/01/2014 a 01/02/2014
- 19/01/2014 a 25/01/2014
- 12/01/2014 a 18/01/2014
- 05/01/2014 a 11/01/2014
- 29/12/2013 a 04/01/2014
- 22/12/2013 a 28/12/2013
- 08/12/2013 a 14/12/2013
- 01/12/2013 a 07/12/2013
- 24/11/2013 a 30/11/2013
- 17/11/2013 a 23/11/2013
- 10/11/2013 a 16/11/2013
- 03/11/2013 a 09/11/2013
- 27/10/2013 a 02/11/2013
- 20/10/2013 a 26/10/2013
- 13/10/2013 a 19/10/2013
- 06/10/2013 a 12/10/2013
- 29/09/2013 a 05/10/2013
- 22/09/2013 a 28/09/2013
- 15/09/2013 a 21/09/2013
- 08/09/2013 a 14/09/2013
- 01/09/2013 a 07/09/2013
- 25/08/2013 a 31/08/2013
- 18/08/2013 a 24/08/2013
- 11/08/2013 a 17/08/2013
- 04/08/2013 a 10/08/2013
- 28/07/2013 a 03/08/2013
- 21/07/2013 a 27/07/2013
- 14/07/2013 a 20/07/2013
- 07/07/2013 a 13/07/2013
- 23/06/2013 a 29/06/2013
- 16/06/2013 a 22/06/2013
- 09/06/2013 a 15/06/2013
- 02/06/2013 a 08/06/2013
- 19/05/2013 a 25/05/2013
- 12/05/2013 a 18/05/2013
- 05/05/2013 a 11/05/2013
- 28/04/2013 a 04/05/2013
- 21/04/2013 a 27/04/2013
- 14/04/2013 a 20/04/2013
- 07/04/2013 a 13/04/2013
- 31/03/2013 a 06/04/2013
- 24/03/2013 a 30/03/2013
- 17/03/2013 a 23/03/2013
- 10/03/2013 a 16/03/2013
- 24/02/2013 a 02/03/2013
- 17/02/2013 a 23/02/2013
- 10/02/2013 a 16/02/2013
- 27/01/2013 a 02/02/2013
- 20/01/2013 a 26/01/2013
- 06/01/2013 a 12/01/2013
- 23/12/2012 a 29/12/2012
- 09/12/2012 a 15/12/2012
- 02/12/2012 a 08/12/2012
- 11/11/2012 a 17/11/2012
- 04/11/2012 a 10/11/2012
- 28/10/2012 a 03/11/2012
- 21/10/2012 a 27/10/2012
- 14/10/2012 a 20/10/2012
- 07/10/2012 a 13/10/2012
- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 26/08/2012 a 01/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 22/07/2012 a 28/07/2012
- 15/07/2012 a 21/07/2012
- 01/07/2012 a 07/07/2012
- 24/06/2012 a 30/06/2012
- 17/06/2012 a 23/06/2012
- 10/06/2012 a 16/06/2012
- 03/06/2012 a 09/06/2012
- 27/05/2012 a 02/06/2012
- 20/05/2012 a 26/05/2012
- 13/05/2012 a 19/05/2012
- 06/05/2012 a 12/05/2012
- 29/04/2012 a 05/05/2012
- 22/04/2012 a 28/04/2012
- 08/04/2012 a 14/04/2012
- 01/04/2012 a 07/04/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 18/03/2012 a 24/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 04/03/2012 a 10/03/2012
- 26/02/2012 a 03/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 05/02/2012 a 11/02/2012
- 29/01/2012 a 04/02/2012
- 22/01/2012 a 28/01/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 25/12/2011 a 31/12/2011
- 18/12/2011 a 24/12/2011
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 27/11/2011 a 03/12/2011
- 20/11/2011 a 26/11/2011
- 13/11/2011 a 19/11/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 30/10/2011 a 05/11/2011
- 23/10/2011 a 29/10/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 25/09/2011 a 01/10/2011
- 18/09/2011 a 24/09/2011
- 11/09/2011 a 17/09/2011
- 04/09/2011 a 10/09/2011
- 28/08/2011 a 03/09/2011
- 21/08/2011 a 27/08/2011
- 14/08/2011 a 20/08/2011
- 07/08/2011 a 13/08/2011
- 26/06/2011 a 02/07/2011
- 12/06/2011 a 18/06/2011
- 05/06/2011 a 11/06/2011
- 22/05/2011 a 28/05/2011
- 08/05/2011 a 14/05/2011
- 24/04/2011 a 30/04/2011
- 17/04/2011 a 23/04/2011
- 10/04/2011 a 16/04/2011
- 03/04/2011 a 09/04/2011
- 27/03/2011 a 02/04/2011
- 20/03/2011 a 26/03/2011
- 13/03/2011 a 19/03/2011
- 06/03/2011 a 12/03/2011
- 27/02/2011 a 05/03/2011
- 13/02/2011 a 19/02/2011
- 06/02/2011 a 12/02/2011
- 30/01/2011 a 05/02/2011
- 23/01/2011 a 29/01/2011
- 16/01/2011 a 22/01/2011
- 09/01/2011 a 15/01/2011
- 02/01/2011 a 08/01/2011
- 26/12/2010 a 01/01/2011
- 19/12/2010 a 25/12/2010
- 12/12/2010 a 18/12/2010
- 05/12/2010 a 11/12/2010
- 28/11/2010 a 04/12/2010