Entrevista Especial com MARCELLA MUNIZ

ENTREVISTA ESPECIAL COM:

MARCELLA MUNIZ

 
 




 


Hoje eu entrevisto uma das atrizes que eu mais adoro da TV Brasileira. Talentosa ao extremo e de uma simpatia peculiar ela já deu vida a marcantes personagens, tanto no teatro, quanto na TV ou no Cinema ela trás ao público uma interpretação magistral que comprova a grande atriz que é. Atualmente ela dá vida à Geny na novela “Dona Xepa”, da Record... A “Entrevista Especial” do “No Mundo dos Famosos” de hoje é com a querida e brilhante atriz MARCELLA MUNIZ.







“Não acredito que há sempre um ator pronto, completamente preparado, afinal a gente está aqui pra aprender, esta sempre se renovando...”


(Marcella Muniz)




Jéfferson Balbino: Quando e como você começou a se interessar pela carreira artística?


Marcella Muniz: Eu fazia balé clássico, daí o diretor Taná Correa, que é o pai do Alexandre Borges ia montar a peça “Saltimbancos” e me chamou pra dançar na peça, porque eu dançava muito bem... Aí eu fui fazer um teste na Bandeirantes com o Avancini pai para a novela “Os Imigrantes” e aí eu não parei mais. Foi uma coisa que foi acontecendo porque na verdade eu queria ser bailarina.






Jéfferson Balbino: Você estreou em “Os Imigrantes” e depois foi para a Globo... Que lembranças você tem da Regina sua personagem na novela “Pão Pão Beijo Beijo” (TV Globo/1983)?


Marcella Muniz: Na verdade Jéfferson, eu fui pra Globo pra fazer uma novela chamada “Eu Prometo”, da Janete Clair, que é a minha tia, minha madrinha de televisão, eu fui criada na casa dela, eu ia fazer a filha do Francisco Cuoco e iria entrar no capítulo 60. Mas a Janete já estava muito doente e a novela foi encurtada, e eu já estava contratada da Globo e aí eu fui fazer “Pão Pão Beijo Beijo” que foi a minha primeira novela na Globo.





Jéfferson Balbino: Em 1986, você atuou na novela “Tudo ou Nada” (Rede Manchete) que era dirigida pelo compete diretor Herval Rossano. Como era sua relação com o diretor? Ele era muito severo como muitos artistas reclamavam?


Marcella Muniz: Ele era severo, mas eu não tenho o que reclamar dele não! Quando eu fui pra Manchete o diretor geral de lá ainda era o Gracindo Jr., depois no começo da novela o Herval entrou no lugar do Gracindo, então eu fui pra Manchete pelas mãos do Gracindo, mas trabalhei com o Herval tanto na Globo como na Manchete e eu nunca tive nenhum problema com o Herval, eu achava ele ótimo, não tenho realmente o que falar dele. 





Jéfferson Balbino: Como foi contracenar com o saudoso ator Rômulo Arantes na novela “Sassaricando” (TV Globo/1987)?


Marcella Muniz: Jéfferson, a novela “Sassaricando” foi a que eu mais gostei de fazer, foi uma novela de muito sucesso na Globo e eu trabalhei com dois grandes atores que contracenavam comigo e que infelizmente já foram ‘embora’, um é que fazia meu marido que era o Alexandre Lipiani, ele era muito meu amigo, era tanto meu amigo que quando eu casei com o Anderson no papel era ele que fazia a entrevista com as pessoas, com depoimentos aos noivos, até hoje eu não consigo ver essa fita de casamento, e o Rômulo e eu éramos muito parceiros, e eu estava falando isso outro dia quando vi uma foto do filho dele e eu relembrei como éramos parceiros, lembro que o Rômulo não sabia chorar e ele ficava me perguntando como fazia pra chorar e tal... Tenho a maior saudade desse tempo, a maior saudade!


Escrito por jéfferson às 14h48
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com MARCELLA MUNIZ





Jéfferson Balbino: O que é mais gratificante na carreira de atriz?


Marcella Muniz: Fazer uma bela cena, estar sempre em movimento, estar sempre em cena, jogando contra outro ator. Não acredito que há sempre um ator pronto, completamente preparado, afinal a gente está aqui pra aprender, esta sempre se renovando, sempre trocando, como diz a nossa saudosa e querida Camila Amado: “Eu não acho que o ator seja uma coisa de dom...”, tudo bem há mais aptidão física, artística ou pra ideológica, mas acho que pra ser ator é preciso ter muita técnica e a Camila fala muito isso. Eu sou uma pessoa muito severa comigo mesma, então eu sempre estudei bastante pra isso, e como parei também muito a minha carreira pra ter filhos eu estou sempre recomeçando e tal... Então eu gosto disso, do novo. Gosto de dar vida a vários personagens, e depois pra me despedir desses personagens é uma dor, eu me apego muito. Agora mesmo eu estou fazendo a novela “Dona Xepa”, na Record, e embora seja a minha 15ª novela, e sinceramente, eu não me sinto tão apaixonada por um trabalho como eu estou em “Dona Xepa”, se fosse preciso eu faria de graça, pois eu estou apaixonada por tudo, pela direção do Ivan Zettel, estou apaixonada pela equipe, pelo personagem, eu estou bem feliz...






Jéfferson Balbino: Como você trabalhou o perfil psicológico da Zezé, sua personagem na novela “O Salvador da Pátria” (TV Globo/1989)?


Marcella Muniz: Essa é uma das novelas que eu menos falo, porque é muito complicado, é uma novela familiar, eu fui escalada pra essa novela, depois do grande sucesso que eu fiz em “Sassaricando”, e eu fui escalada pra essa novela, que foi escrita pelo Lauro [César Muniz], meu padrasto, mas não foi um trabalho feliz, então não foi um trabalho que me marcou, mas que fiz com toda a dignidade possível.


Jéfferson Balbino: Qual método você usa pra facilitar a decoração dos textos?


Marcella Muniz: Primeiro eu decoro, decoro mesmo, segundo eu faço toda uma marcação no texto que se você ver você se assusta, você pensa que é um desenho de criança, uma coisa em outra língua, tem seta pra baixo, seta pra cima, eu grifo, só eu entendo. Eu não sou uma pessoa de ficar massacrando cena, eu tenho uma facilidade em decorar, quando você começa a fazer o personagem, que você já pega o personagem fica muito mais fácil de se decorar o texto, e se falta uma palavra eu já sei o que o meu personagem falaria, então já fica meio que inserido, eu nunca estudo uma cena de uma forma que eu já sei como vou fazer, porque se não a gente vai pro estúdio engessado, e você acaba não dando liberdade pra fazer o que o diretor quer... Então você nunca deve ir pronto pra uma cena, porque senão você chega lá e o diretor que você fala de outro jeito e isso daí te quebra um pouco, dá uma travada, então eu estudo, grifo, e chego lá e troco com o diretor.






Jéfferson Balbino: Com qual personagem você mais se identificou?


Marcella Muniz: Eu posso te responder sobre qual foi o trabalho mais prazeroso que eu fiz, e eu sempre costumo dizer que é o personagem do momento, o que você esta fazendo quando lhe é perguntado, o personagem que você está alimentando... Essa é parte prática e eu sou muito prática... Mas também digo que a personagem que mais me deu prazer em fazer foi a primeira personagem que eu fiz em “Os Imigrantes”, e me deu muita felicidade em ter trabalhado com o Avancini pai. Outra personagem foi numa novela que eu fiz no SBT chamada “Os Ricos Também Choram”, onde eu descobri meu talento na comédia, eu não, a direção do SBT que me chamou mesmo eu falando que não saberia fazer comédia, o que foi bom, porque hoje eu sei fazer comédia, e a minha personagem nessa novela foi a Gênova, dona de uma pensão, ela era italiana, e eu contracenava com o Nicola Siri, com a Thais Fersoza, com a Milena Toscana, enfim foi uma felicidade fazer essa novela. E agora eu estou apaixonada, anestesiada pelo que eu estou fazendo agora, que está sendo um momento muito feliz na minha carreira, de volta, numa casa nova que eu estou adorando, eu estou bem feliz, contracenando com pessoas maravilhosas...


Jéfferson Balbino: Tem algum tipo de personagem que você tem vontade de interpretar?


Marcella Muniz: Queria fazer uma chef de cozinha, porque eu faço faculdade de gastronomia, então eu adoraria fazer uma chef de cozinha. E em novela nenhuma se mostrou realmente como funciona esse mundo da cozinha, de bastidores... E a cozinha agora está muito em alta, eu faço faculdade na Estácio [de Sá] e realmente é uma ‘loucura’, e por isso eu gostaria muito de fazer na ficção uma chefe de cozinha.


Jéfferson Balbino: Por falar nisso, como você está conciliando a faculdade com as gravações da novela “Dona Xepa”?


Marcella Muniz: É complicado (risos), mas a gente vai sambando pela vida. Agora mesmo há duas coisas que me dá muito prazer: meu trabalho e minha faculdade, no ano passado fiz um curso de gastronomia na Argentina, e agora a faculdade que é um sonho de 10 anos que agora eu estou conseguindo realizar, me formo no final do ano que vem, daí vou fazer estágio fora... Mas é complicado...


Jéfferson Balbino: Tem que escrever um livro de culinária, assim como a Carolina Ferraz fez...


Marcella Muniz: E, ela é minha vizinha... O livro dela é maravilhoso!
 





Jéfferson Balbino: E vocês já cozinharam juntas?
 

Marcella Muniz: Eu e a Carol desde “O Astro” a gente combina de cozinha juntas, e eu moro no apartamento 904 e ela no 913, mas ela mudou já faz 6 meses, foi pro Leblon, essa ‘cachorrona’ (risos), estou com uma saudade dela...






Jéfferson Balbino: Foi você que motivou sua filha, a atriz Thaís Miller, a seguir a carreira artística?


Marcella Muniz: Não foi eu e nem o pai dela, pelo contrário, os dois não queriam que ela seguisse essa carreira (risos)... É muito difícil ser ator, porque há uma falta de estabilidade, é muito ego, enfim esse é o meu modo de pensar, agora não teve jeito de controlar né? Porque é uma coisa que ela começou muito cedo, com 3 anos de idade, e virou uma ótima atriz. E a gente cria filhos pro mundo né Jéfferson?! Agora mesmo meu outro filho, de 18 anos vai pra Los Angeles fazer faculdade de música, então eu estou quase cortando os pulsos (risos) de saudade dele e indo pra terapia e tomando remédio, porque ele, o Tiago,  é meu maior parceiraço, mas o que eu vou fazer? Vou ter que ficar sem ele perto de mim por 4 anos...






Jéfferson Balbino: No SBT você ainda participou das seguintes novelas: “Pícara Sonhadora” (2001), “Seus Olhos” (2004), “Os Ricos Também Chora” (2005), “Revelação” (2008) e “Vende-se um Véu de Nova” (2009). Como você define sua passagem pela teledramaturgia da emissora?


Marcella Muniz: Foi muito feliz minha passagem pelo SBT, é uma emissora que eu adorei trabalhar, tanto que eu fiz várias novelas lá, e sempre quando me chamam eu vou, eu fiz várias novelas lá onde criei amigos maravilhosos e agora está cada vez mais sólido o mercado, espero que consiga se firmar e lá no SBT é um lugar muito gostoso de trabalhar e eu espero que se firme.



Escrito por jéfferson às 14h48
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com MARCELLA MUNIZ





Jéfferson Balbino: Em 2011, você deu um show de interpretação no maravilhoso remake de “O Astro” (TV Globo). O que você destaca do texto dos nossos queridos Tide e Geraldinho Carneiro?


Marcella Muniz: “O Astro” marcou a minha volta pra Globo depois de 8 anos. E, eu ia ficar na Globo, mas aí a Record e chamou pra “Dona Xepa”. Eu adoro o texto deles, se tem uma pessoa que é gentil são eles, o Tide e o Geraldinho, é impressionante como eles jogam juntos, são gentis e atenciosos, a parte que eu mais gostei de fazer “O Astro” foi devido esses autores, fiquei muito felizes com esses autores...







Jéfferson Balbino: E também tinha no elenco de “O Astro” a nossa querida Rosinha [Rosamaria] Murtinho... 


Marcella Muniz: Ah sim... A Rosinha eu conheço desde pequena, o Maurinho [Mauro Mendonça Filho] que dirigiu foi criado comigo na casa da Janete Clair, porque a gente passava o Ano Novo lá na casa dela, com os filhos dos autores, atores... Tinha os filhos do Jardel Filho, da Rosinha e do Mauro, tinha um monte de crianças.
 





Jéfferson Balbino: Atualmente você está atuando no remake da novela “Dona Xepa” (Rede Record/2013). O que você pode nos dizer sobre esse seu novo trabalho?


Marcella Muniz: Como eu te disse Jéfferson, eu estou completamente apaixonada por esse trabalho, e eu estou fazendo um papel maravilho, faço a mãe da Pérola Faria, a Geni, é uma mãe totalmente diferente de mim porque ela é uma mãe que não faz nada em casa, e eu sou uma excelente mãe, e eu tenho TOC, tenho mania de arrumar toda a casa, gosto de cozinhar, arrumo a casa, porque só tenho empregada duas vezes por semana... E a minha personagem não faz nada, e a noite ela se arruma põe uma flor no cabelo e vai pra gafieira dançar, e tem uns namorados no computador também até que a Xepa dá uma bronca nela e ela tenta ser uma boa mãe. Eu fiz 10 aulas de gafieira pra dançar na casa de shows que é do personagem do Bemvindo Siqueira.






Jéfferson Balbino: Marcela, sacia uma curiosidade nossa, você como boa cozinheira, qual é o seu prato preferido? Qual é o prato que você mais gosta de fazer?


Marcella Muniz: Eu faço muito bem Risoto, porque risoto é uma coisa difícil de preparar, o ponto do risoto não é fácil. A hora que eu mais gosto de cozinhar é no almoço de domingo para os meus filhos, o que eles me pedem pra fazer no domingo é com certeza o melhor prato da semana.



Escrito por jéfferson às 14h47
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Entrevista Especial com MARCELLA MUNIZ






Jéfferson Balbino: Qual foi a melhor novela que você já assistiu? 


Marcella Muniz: Jéfferson, eu já fui muito noveleira, hoje em dia nem tanto só vi os últimos capítulos de “Salve Jorge”... Agora as novelas que me marcaram que eu não perdia um capítulo foram: “Vale Tudo” que eu vi desde pequena, depois no “Vale a Pena Ver de Novo” e depois no Canal Viva e “Avenida Brasil” onde eu nem saia de casa, o meu sonho é trabalhar com o João Emmanuel Carneiro porque ele é muito bom.


Jéfferson Balbino: Por falar nisso seu contrato com a Record é por obra ou a longo prazo?


Marcella Muniz: É por obra, vai até Abril de 2014... 






Jéfferson Balbino: E a novela “Dona Xepa” vai ser mesmo curta como a Record noticiou antes da estreia? O Que foi passado pra vocês?


Marcella Muniz: Foi passado pra nós que a novela teria 90 capítulos, depois foi pra 120, mas eu espero que se torne um sucesso e eles estiquem.





Jéfferson Balbino: Querida, super obrigado por nos conceder essa entrevista, foi uma honra imensurável ter você aqui “No Mundo dos Famosos”. Adoro seu trabalho e admiro muito você. Um grande beijo!
 

Marcella Muniz: Obrigada Jéfferson... Beijo amore!



Escrito por jéfferson às 14h46
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.





Próxima Entrevistada: MARCELLA MUNIZ



Escrito por jéfferson às 09h12
- Comente aqui


Deixe o seu comentário.



Histórico:

- 26/01/2014 a 01/02/2014
- 19/01/2014 a 25/01/2014
- 12/01/2014 a 18/01/2014
- 05/01/2014 a 11/01/2014
- 29/12/2013 a 04/01/2014
- 22/12/2013 a 28/12/2013
- 08/12/2013 a 14/12/2013
- 01/12/2013 a 07/12/2013
- 24/11/2013 a 30/11/2013
- 17/11/2013 a 23/11/2013
- 10/11/2013 a 16/11/2013
- 03/11/2013 a 09/11/2013
- 27/10/2013 a 02/11/2013
- 20/10/2013 a 26/10/2013
- 13/10/2013 a 19/10/2013
- 06/10/2013 a 12/10/2013
- 29/09/2013 a 05/10/2013
- 22/09/2013 a 28/09/2013
- 15/09/2013 a 21/09/2013
- 08/09/2013 a 14/09/2013
- 01/09/2013 a 07/09/2013
- 25/08/2013 a 31/08/2013
- 18/08/2013 a 24/08/2013
- 11/08/2013 a 17/08/2013
- 04/08/2013 a 10/08/2013
- 28/07/2013 a 03/08/2013
- 21/07/2013 a 27/07/2013
- 14/07/2013 a 20/07/2013
- 07/07/2013 a 13/07/2013
- 23/06/2013 a 29/06/2013
- 16/06/2013 a 22/06/2013
- 09/06/2013 a 15/06/2013
- 02/06/2013 a 08/06/2013
- 19/05/2013 a 25/05/2013
- 12/05/2013 a 18/05/2013
- 05/05/2013 a 11/05/2013
- 28/04/2013 a 04/05/2013
- 21/04/2013 a 27/04/2013
- 14/04/2013 a 20/04/2013
- 07/04/2013 a 13/04/2013
- 31/03/2013 a 06/04/2013
- 24/03/2013 a 30/03/2013
- 17/03/2013 a 23/03/2013
- 10/03/2013 a 16/03/2013
- 24/02/2013 a 02/03/2013
- 17/02/2013 a 23/02/2013
- 10/02/2013 a 16/02/2013
- 27/01/2013 a 02/02/2013
- 20/01/2013 a 26/01/2013
- 06/01/2013 a 12/01/2013
- 23/12/2012 a 29/12/2012
- 09/12/2012 a 15/12/2012
- 02/12/2012 a 08/12/2012
- 11/11/2012 a 17/11/2012
- 04/11/2012 a 10/11/2012
- 28/10/2012 a 03/11/2012
- 21/10/2012 a 27/10/2012
- 14/10/2012 a 20/10/2012
- 07/10/2012 a 13/10/2012
- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 26/08/2012 a 01/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 22/07/2012 a 28/07/2012
- 15/07/2012 a 21/07/2012
- 01/07/2012 a 07/07/2012
- 24/06/2012 a 30/06/2012
- 17/06/2012 a 23/06/2012
- 10/06/2012 a 16/06/2012
- 03/06/2012 a 09/06/2012
- 27/05/2012 a 02/06/2012
- 20/05/2012 a 26/05/2012
- 13/05/2012 a 19/05/2012
- 06/05/2012 a 12/05/2012
- 29/04/2012 a 05/05/2012
- 22/04/2012 a 28/04/2012
- 08/04/2012 a 14/04/2012
- 01/04/2012 a 07/04/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 18/03/2012 a 24/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 04/03/2012 a 10/03/2012
- 26/02/2012 a 03/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 05/02/2012 a 11/02/2012
- 29/01/2012 a 04/02/2012
- 22/01/2012 a 28/01/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 25/12/2011 a 31/12/2011
- 18/12/2011 a 24/12/2011
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 27/11/2011 a 03/12/2011
- 20/11/2011 a 26/11/2011
- 13/11/2011 a 19/11/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 30/10/2011 a 05/11/2011
- 23/10/2011 a 29/10/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 25/09/2011 a 01/10/2011
- 18/09/2011 a 24/09/2011
- 11/09/2011 a 17/09/2011
- 04/09/2011 a 10/09/2011
- 28/08/2011 a 03/09/2011
- 21/08/2011 a 27/08/2011
- 14/08/2011 a 20/08/2011
- 07/08/2011 a 13/08/2011
- 26/06/2011 a 02/07/2011
- 12/06/2011 a 18/06/2011
- 05/06/2011 a 11/06/2011
- 22/05/2011 a 28/05/2011
- 08/05/2011 a 14/05/2011
- 24/04/2011 a 30/04/2011
- 17/04/2011 a 23/04/2011
- 10/04/2011 a 16/04/2011
- 03/04/2011 a 09/04/2011
- 27/03/2011 a 02/04/2011
- 20/03/2011 a 26/03/2011
- 13/03/2011 a 19/03/2011
- 06/03/2011 a 12/03/2011
- 27/02/2011 a 05/03/2011
- 13/02/2011 a 19/02/2011
- 06/02/2011 a 12/02/2011
- 30/01/2011 a 05/02/2011
- 23/01/2011 a 29/01/2011
- 16/01/2011 a 22/01/2011
- 09/01/2011 a 15/01/2011
- 02/01/2011 a 08/01/2011
- 26/12/2010 a 01/01/2011
- 19/12/2010 a 25/12/2010
- 12/12/2010 a 18/12/2010
- 05/12/2010 a 11/12/2010
- 28/11/2010 a 04/12/2010